Mancini reitera sentimento de permanecer no Grêmio: “É óbvio que eu fico, eu quero ficar”

Vagner Mancini falou em entrevista coletiva após a vitória diante da Atlético-MG por 4 a 3, na Arena

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Após Romildo Bolzan Jr. falar em entrevista coletiva, Denis Abrahão e Vagner Mancini conversaram com a imprensa juntos. Abatido, o treinador gremista estve na casamata tricolor durante a vitória sobre o Atlético-MG por 4 a 3. Mesmo com a conquista dos três pontos, o Grêmio acabou sendo rebaixado pela terceira vez em sua história.

Durante a coletiva, Denis Abrahão comentou que caso permaneça em 2022, sua vontade é ficar com Mancini no comando técnico gremista. Para o treinador, o desejo é recíproco: “É óbvio que eu fico, eu quero ficar. Não sou um cara de desistir das coisas. Eu sabia que era difícil. A gente chegou próximo mas acabou não sendo o suficiente”.

O técnico gremista reiterou o fato de ter que ter os pés no chão durante a próxima temporada. “A gente vive dentro de um clube uma pequena parte da sociedade, então existem problemas. A maior parte dos problemas internos são resolvidos internamente. Externando, a dimensão passa a ser outra”, comentou.

Mancini destacou o fato de montar uma equipe forte e equilibrada para a disputa da Série B. Para o treinador, a mescla de jovens e jogadores experientes que saibam jogar a competição será essencial para o retorno do clube a elite do futebol nacional. “Um time que vai brigar pra voltar e vai voltar”.

Sobre apontar erros que culminaram no descenso gremista, Mancini ressaltou: “Eu acho que o clube já pagou o pato, por ser rebaixado. Alguma coisa foi feita de errado e todo mundo tem sua parcela de culpa. Talvez não tenha um, tenha vários. Temos que olhar pro todo e tentar entender”.

Foi por muito pouco que Mancini não conseguiu fazer o Grêmio escapar de seu terceiro rebaixamento. Sobre o assunto, o treinador falou do tempo de trabalho que teve: “Eu tenho certeza que se nós tivéssemos mais jogos a gente teria grandes chances de sair desse sufoco. A sequência de derrotas no início foi sentida, mas a equipe evoluiu bastante e os atletas estão mais confiantes”.

O treinador também ressaltou o fato de conhecer a segunda divisão nacional: “Eu conheço um pouco. Hoje a série B passou a ser uma banca de jogadores interessantes. Temos que por obrigação da profissão acompanhar as outras séries”. E ressaltou a importância na analise da montagem de elenco: “Jogar uma série B e montar um time de série A você pode ter algum problema. Tem que estar atento”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Denis Abrahão destaca continuidade de Mancini em 2022: “Evolução ao longo dos jogos”
Aguirre avalia seu trabalho no Inter sem vaga na Libertadores: “Não teve um final feliz”
Deixe seu comentário