Mancini destaca reação gremista no Brasileirão: “Os adversários olharão de uma forma diferente”

Vagner Mancini falou em entrevista coletiva após a vitória diante da Chapecoense por 3 a 1, na Arena Condá

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O sonho de permanecer na Série A continua completamente vivo. Após vencer a Chapecoense e atingir duas vitórias seguidas, o Grêmio se enxerga cada vez mais perto de escapar do Z-4 se continuar com os atuais resultados. Após a partida, o técnico Vagner Mancini falou em entrevista coletiva.

Mancini destacou a importância do tricolor estar chegando perto dos adversários na zona do rebaixamento e embolando a parte de baixado da tabela. Mancini destacou a importância de ter somado as duas vitórias seguidas e tentar mais três pontos contra o Flamengo na terça-feira, que o “colocaria em igualdade e condições de brigar com todo mundo”. “Antes estavámos brigando por vitórias para encostar, agora já consegue ver um futuro diferente e os adversários olharão de uma forma diferente também”, completou.

Diante do Bragantino e da Chapecoense, Mancini conseguiu manter a mesma equipe, alterando apenas o goleiro que recebeu o retorno de Gabriel Grando. “Te dá possibilidades de ter uma sequência. Não se trata de ter achado o time ideal, e sim o time do momento. Nos da a possibilidade de fazer uma reta final de campeonato diferente que é vencer todas as partidas. A sequência de time te dá a possibilidade de ter um time revigorado”, definiu o treinador.

Já projetando a próxima partida contra o Flamengo, Mancini destacou que podem ter mudanças na escalação inicial pois “vi a queda de alguns atletas e vamos reavaliar”. O treinador explicou não ser necessário motivos apenas táticos ou técnicos. “O Grêmio vem fazendobons jogos e não tem porque mexer. Mas se tivermos alguém desgastado, temos que ter tudo nas mãos”.  E completou: “Para a partida na terça-feira hoje eu pretendo escalar a mesma equipe, mas até lá serão feitos exames e vamos conversar para ver se todo mundo estará apto. Não adianta manter uma equipe que vai cair de produção”.

Diego Souza e Thiago Santos receberam mais uma oportunidade em sequência mesmo com o retorno de Borja e Villasanti, que estavam convocados pelas seleções nacionais. Mancini explicou os motivos: “Fizemos um ótimo jogo na terça-feira e não tinha razão para mexermos na equipe. Quando você retorna, retorna com um pensamento diferente. Entra na partida tendo que entender a parte tática que foi alterado. Eles (selecionáveis) entenderam a situação”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Aguirre desconversa sobre treinar Seleção Uruguaia: “Prefiro não falar disso nesse momento”
Grêmio Futebol 7 avança às quartas de final do Mundial de Clubes
Deixe seu comentário