Manchester City reverte punição e está liberado para disputar Champions League

Foto: Divulgação/ Manchester City

O Manchester City está liberado para disputar a Champions League. Nesta segunda-feira (13), o clube recebeu a notícia de que sua punição imposta pela Uefa, por  fair play financeiro, que bania o clube do torneio por duas temporadas, havia sido revertida pela CAS (Corte Arbitral do Esporte). Em sua decisão, a corte desportiva entendeu que os Citizens não infringiram as regras financeiras da entidade europeia.

Apesar de estar liberado para disputar a Champions de 2020/21 e também 2021/22, o City terá que pagar uma multa de 10 milhões de euros (R$ 60 milhões na cotação atual), valor inferior à punição financeira inicialmente imposta pela Uefa, 30 milhões de euros (R$ 180,6 milhões).

Confira a manifestação do clube em seu site oficial:

“Na pendência de analisar em detalhes a resolução do Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS) o mais rápido possível, o Manchester City deseja expressar a sua satisfação com a resolução que valida a posição do clube e as evidências apresentadas. O Clube deseja agradecer ao TAS e aos membros do painel de árbitros por sua diligência neste procedimento.”

Na Champions League desta temporada, o City ainda disputa as oitavas de final: tem o duelo de volta das oitavas marcado para o dia 7 de agosto, contra o Real Madrid, na Inglaterra, com a vantagem de ter vencido a partida de ida, no Santiago Bernabéu, por 2 a 1.

Voltar Todas de Capa Nacional e Internacional

Compartilhe esta notícia:

Flamengo vence Fluminense no jogo de ida da decisão do Carioca; Gabigol é expulso e está fora da grande final
FIFA suspende Rony por 4 meses, e Athletico-PR é punido
Deixe seu comentário