Lucas Barrios decide e coloca o Grêmio na semifinal da Libertadores


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

Uma semana depois do jogo de ida, Grêmio e Botafogo voltaram a se encontrar pelas quartas de final da Libertadores. O 0x0 no Rio de Janeiro deixou a decisão para o duelo em Porto Alegre. A vitória simples classificava o clube gaúcho, e foi justamente o que aconteceu na Arena. Com gol de Lucas Barrios e um Botafogo buscando a vitória, os mais de 50 mil torcedores presentes puderam comemorar a classificação à próxima fase, logo após o apito final.

A expectativa da semana ficou por conta dos retornos de Pedro Geromel e Luan para o decisivo duelo. O zagueiro estava garantido, enquanto o camisa 7 não. Momentos antes do jogo realizou testes, mas a cúpula gremista preferiu deixá-lo no banco de reservas. Renato entrou em campo com Marcelo Grohe, Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Léo Moura e Fernandinho; Lucas Barrios.

Jogo movimentado e sufoco

Quem achou que o Botafogo iria se retrair na Arena, esperando contra-ataques, se enganou. Jair Ventura fez a equipe jogar e levou muito perigo a Marcelo Grohe. Victor Luis, em cobrança de falta, obrigou o goleiro gremista a realizar grande defesa. Na sequência, Bruno Silva arriscou da intermediária e acertou a trave, assustando os 50 mil torcedores presentes. Pelo lado tricolor, Fernandinho, em lance individual, recebeu na área, girou na marcação e carimbou o travessão de Gatito Fernández. Antes do intervalo, Renato identificou as dificuldades de velocidade da equipe e tirou Léo Moura, para o ingresso de Everton, recolocando Fernandinho no lado direito, por onde conseguiu se destacar durante a carreira.

Na segunda etapa, o Grêmio equilibrou as ações e conseguiu abrir o placar em jogada de bola aérea. Edílson cruzou a bola na segunda trave, e Lucas Barrios precisou ganhar no alto para cabecear a bola pro fundo das redes do Botafogo. A partir do gol marcado, a equipe de Renato recuou e passou se defender das investidas adversárias. Barrios sentiu câimbras e precisou ser substituído por Jaílson, que, em determinado momento, era o jogador gremista mais avançado no gramado.

A oportunidade mais perigosa do Botafogo, e que poderia selar a classificação carioca, também veio na bola aérea. Após cruzamento, Igor Rabello ganhou de Geromel e cabeceou firme. A bola passou rente a trave de Marcelo Grohe e se perdeu pela linha de fundo. Antes do apito final, Renato colocou Luan em campo, que atuou pouco mais de 7 minutos na decisão.

O Grêmio, agora único representante brasileiro na Libertadores, enfrenta o Barcelona-EQU na fase semifinal. A equipe equatoriana, aliás, eliminou o Santos, na Vila Belmiro. O duelo acontece daqui 35 dias, com o segundo confronto na Arena do Grêmio.

Comentários