A libertadores é gigante


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

A copa Libertadores da América deste ano é, sem dúvida, uma das mais disputadas e imprevisíveis dos últimos anos. Competição esta que sempre é marcada por contornos de dramaticidade desde a primeira fase. Fato é, que o torcedor sul-americano é um fanático por copas. Não é a toa que a libertadores atrai multidões aos estádios, multidões estas que fazem um espetáculo à parte. A fase das quartas de final não foi diferente, um grande espetáculo nas arquibancadas e também dentro de campo. Na quarta-feira (18) e ontem (19), os jogos de volta foram disputados.

 

São Paulo e Atlético Mineiro

 

São Paulo e Atlético Mineiro, fizeram na quarta-feira um jogo emocionante no estádio Independência no Horto. O cronômetro ainda não apontava 20′ da primeira etapa e o time da casa já vencia por 2×0. Resultado que levava o galo para as semifinais. Com gols de Cázares e Carlos, a lição de casa ia sendo feita. Até que a equipe paulista teve um escanteio à seu favor e o zagueiro Maicon se antecipou a marcação e cabeceou na saída do goleiro Victor, o gol deu a classificação para o São Paulo, que sob batuta do treinador Patón Bauza soube administrar o placar e garantir a classificação.

O resultado culminou em mais um fracasso do time de Diego Aguirre neste ano. Após a derrota na final do campeonato mineiro para o América -MG, e a eliminação na libertadores, o treinador pediu para sair do clube, pedido este, acatado pela diretoria que não pensou duas vezes e liberar o técnico uruguaio. Hoje (20) o presidente do Clube Atlético Mineiro, Daniel Nepomuceno confirmou através de sua conta no Twitter, a contratação de Marcelo Oliveira como treinador. Marcelo, atuou pelo galo como jogador na década de 70, e como treinador foi Bicampeão Brasileiro pelo Cruzeiro e campeão da Copa do Brasil pelo Palmeiras.

 

Atlético Nacional e Rosario Central

 

Em uma partida digna de uma libertadores, o Atlético Nacional garantiu classificação na noite de ontem contra o Rosário Central. Sabe aquele jogo que só passa pela cabeça de alguns amantes do futebol? Com requintes de dramaticidade e crueldade mas que o triunfo aparece aos 49′ do segundo tempo? Pois bem, nem o mais audacioso escritor seria capaz de entrelaçar um enredo tão eletrizante.

A partida começou com o time da casa em cima do Rosario, atacando por todos os lados e com o toque de bola rápido como de costume. Porém aos 7′ do primeiro tempo, Copete deu um carrinho dentro da área, e acabou tocando com a mão na bola. O árbitro marcou pênalti contra o time da casa, que já precisava vencer a partida por 2×0 para ficar com a classificação. O artilheiro Marco Rúben foi para a cobrança e marcou o gol que obrigava o Atlético a vencer por 3×1 para ficar com a vaga.

Uma virada tão elástica era impensável contra um time tão bem treinado e com tanta qualidade com o o do Rosario Central. Mesmo assim, o Atlético foi ao ataque ainda na primeira etapa e fez o primeiro gol ao apagar da luzes da primeira etapa. No segundo tempo, a torcida estava empurrando o time como nunca, e logo aos 5′ o zagueiro Donati falhou feio, a bola sobrou para Moreno que tocou para Guerra fazer o segundo gol e colocar fogo na partida. O Rosario se preocupou em para o jogo em toda e qualquer oportunidade. Enquanto só um time estava preocupado em jogar futebol.

O Estádio Atanasio Girardot, veio à baixo de verdade aos 49′ da etapa final. Quando Bérrio aproveitou a bola sobrando dentro da área e tirou do goleiro marcando o gol da classificação. Nem mesmo a confusão generalizada ao final da partida foi capaz de apagar a grande partida da memória de todos os torcedores que estavam no estádio.

 

Uma  semifinal definida

Com os resultados desta semana, uma das semifinais está definida e será disputada entre São Paulo e Atlético Nacional. A primeira partida será no Morumbi, e a segunda no Atanasio Girardot. As partidas ainda não tem data definida. A outra semifinal será entre Boca Juniors e o vencedor entre Independiente Del Vale e Pumas-MEX. O Indenpendiente sestá na frente, mas o jogo decisivo será disputado dia 24/05 no estádio Olímpico Universitário na Cidade do México.

 

 

Comentários