Kannemann afirma que zaga do Grêmio dificultará o trabalho do Libertad


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal
*Por Bárbara Assmann

 

O primeiro capítulo das oitavas de final da Libertadores dos gremistas acontecerá na Arena Tricolor. O importante nesta quinta-feira (25) é vencer para levar vantagem para o jogo da volta no Paraguai. O zagueiro Kannemann sabe das dificuldades que o Libertad poderá trazer. “A tendência é que o time visitante venha com cuidados. Nós achamos que Libertad irá fazer isso”, afirma. Ele garante que sua equipe sairá para o jogo e tentará buscar o resultado nos primeiros 90 minutos, mas observa: “O primeiro jogo é importante mas não é o fim do mundo.”

Um dos atacantes da equipe adversária que poderá complicar a zaga de Renato Portaluppi é Óscar Cardozo, jogador da seleção paraguaia. Mas ele terá pela frente uma dupla ovacionadas pela crítica: Kannemann e Geromel. “É um jogador muito grande, tem boa técnica. Mas da minha parte e do Geromel também, sempre que enfrentamos estamos concentrados para dificultar o trabalho dele”, diz Kannemann.

O zagueiro tricolor garante foco total no Libertad nesta quinta-feira (24). Conforme ele, no momento do apito inicial a equipe estará mobilizada para essa história acabar melhor para os gremistas: “Tem que correr, brigar e jogar como um menino que está fazendo seu primeiro minuto na Liberta.”

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas 

Comentários

>