João Patrício Herrmann, vice do Inter, fala sobre o Grenal e a proibição de jogos em Porto Alegre: “O radicalismo de não jogar no Beira rio foi grande demais”

Foto: Ricardo Duarte / S. C. Internacional

No dia do clássico Grenal 425, enquanto os times se preparam para entrar em campo no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, o vice-presidente colorado, João Patrício Herrmann, conversou com a equipe da Rádio Grenal, projetando o clássico e falando sobre a proibição de partida de futebol em Porto Alegre.

Sobre o Grenal desta quarta-feira, o vice destacou a importância da vitória: “Vamos entrar em campo respeitando um tradicional adversário, que é uma grande equipe. Mas se a gente quiser continuar liderando esse returno, precisamos ganhar”.

“É importante para a retomada do futebol, se a gente conseguir sair com o resultado positivo nós sairemos muito bem na tabela. Se conseguirmos encaixar a equipe, já pensaremos no retorno do Brasileirão. Dá um ânimo a mais no elenco.”

O dirigente também se manifestou sobre a situação que ocorreu nesta terça-feira (21), quando um grupo de torcedores colorados se aglomerou em frente ao hotel em que o elenco estava concentrado, antes da ida para Caxias do Sul: “A situação de ontem no hotel, não sei se tem algum responsável, mas não partiu da gestão do Inter. Acho que alguém tomou uma iniciativa e a as coisas foram para um lado grandioso. Não é hora de aglomerar e fazer festa.”

Por fim, João Patrício retomou o discurso que vem tendo em relação à decisão das autoridades municipal, de proibição dos jogos de futebol na capital: “Eu espero um bons senso da prefeitura e do prefeito. Acho que o prefeito talvez tenha cometido um erro. O radicalismo de não jogar no Beira rio foi grande demais. Estamos seguindo rigidamente as regras das autoridades. Espero que a partir dessa semana, esta situação seja revista. Logo que passar o Grenal vamos retomar essa conversa. Nós precisamos jogar em Porto Alegre”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Antes do clássico, presidentes da dupla visitam estúdio da Rádio Grenal
Alessandro Barcellos sobre declarações em torno do favoritismo: “Nós estamos focados nesta partida. Não responderemos provocações neste momento”
Deixe seu comentário