Jean Pyerre vê disputa “saudável” com Luan e torce pelo retorno do companheiro: “Aprendi muito com ele”


Por: Valeria Possamai,
*Valéria Possamai

Ás vésperas de mais uma rodada do Campeonato Brasileiro, o grupo do Grêmio sabe que só depende de sí mesmo para se recuperar e deixar o zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira, o jovem Jean Pyerre afirmou que a situação incomoda o vestiário e que todos os jogadores tem se cobrado para sair da situação.

“A situação atual no Campeonato Brasileira incomoda muito a gente, mas o Renato tem conversado muito com nós pra corrigir os erros. Não podemos perder oportunidades, temos que tentar matar os jogos. A gente que se colocou nessa situação. Temos que baixar a cabeça, trabalhar para o mais rápido possível sair dessa situação. Não podemos nos acomodar por tudo que ganhamos. Os mais experientes nos cobram, nós também cobramos eles e isso é normal. Estamos unidos pra melhorar”, ressaltou o meia.

O primeira oportunidade para voltar a somar pontos e subir na tabela ocorre neste sábado, diante do Fortaleza. Mesmo jogando fora da Arena, o estádio Centenário se tornará o “fator casa” para os jogadores, que tem como meta vencer as próximas duas partidas até a parada da Copa América para deixar o Z-4. “O fator Arena nos ajuda muito, mas esperamos fazer um ótimo jogo lá em Caxias, pois temos condições de jogar bem em qualquer campo. Esperamos o apoio da torcida lá para nos ajudar a sair com a vitória. Nossa meta é vencer os dois jogos que faltam antes da Copa América para que possamos subir na tabela e ficar mais tranquilos.”

Em meio a preparação, Luan foi a grande novidade durante os treinamentos da semana. O camisa 7, que estava fora do time por conta de um estiramento muscular, tem participado normalmente dos trabalhos. O retorno do atacante, por consequência, traz um “adversário” de posição para Jean.  “Futebol muda muito de três em três dias. Eu torço pelo Luan. Não me sinto ameaçado. A disputa por posição é normal. Estou começando e aprendo muito com ele”, declarou o camisa 21 do tricolor.

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Comentários

>