Internacional x Palmeiras: STJD abre processo contra o time gaúcho e D’Alessandro está entre os citados


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

*Por Bárbara Assmann

 

A noite do dia 17 de julho foi de festa para os torcedores e jogadores: o Inter passou para as semifinais da Copa do Brasil. Porém, a confusão no túnel de acesso ao gramado do Beira-Rio, durante a partida contra o Palmeiras, repercutiu de maneira negativa para o clube gaúcho no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A Justiça abriu um processo contra os profissionais envolvidos na confusão: dois jogadores, o presidente, o vice de futebol, o diretor executivo de futebol, um assessor de imprensa e um gandula. Todos irão a julgamento na próxima sexta (09), às 10h.

A briga ocorreu por causa do lance da anulação do gol de Victor Cuesta, no fim do segundo tempo, e por uma tentativa de invasão de campo, contida por seguranças. O Beira-Rio também foi denunciado, porém, com pena máxima de multa, o clube não perderá o mando de campo na Copa do Brasil. Veja mais aqui.

Veja a possível punição de cada um:

  • D’Alessandro – de 1 a 6 partidas;
  • Pedro Lucas – até 9 jogos de suspensão e multa;
  • Marcelo Medeiros – até 12 jogos de suspensão e multa;
  • Roberto Melo – de 1 a 6 partidas e multa;
  • Rodrigo Caetano – até 6 jogos;
  • Rafael Antoniutti, assessor de imprensa – até 6 jogos;
  • Santiago Aguirre Divan, gandula do inter – até seis jogos.

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas 

Comentários

>