Em noite heroica, Danilo Fernandes garante a vitória


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

Em uma partida emocionante o Internacional bateu o Coritiba, diante de mais de 35 mil torcedores colorados no estádio Beira-Rio. O placar magro de 1×0 foi suficiente para tirar a equipe do Inter da zona do rebaixamento, pelo menos até o final da rodada.  Danilo Fernandes foi o melhor em campo após defender uma penalidade,  e Vitinho, segue como protagonista tendo marcado mais um gol, desta vez na cobrança de uma penalidade. Com a vitória o Inter chega aos 33 pontos e subiu para a 16ª colocação na competição nacional.

 

Primeiro Tempo

 

O primeiro tempo de jogo no Estádio Beira-Rio foi marcado pelo respeito entre as duas equipes. Com bastante toque de bola, e pouca objetividade ambas as equipes se preocupavam mais com a marcação do que com o ataque. O empate favorecia o Coritiba, que com um maração mais atenta e sem deixar Vitinho em condições de receber a bola para finalizar em gol.  A equipe paranaense finalizou primeiro com um chute de fora da área, despretensioso e sem muita força, mas que deu um pouco de trabalho para o goleiro Danilo Fernandes que precisou realizar dois movimentos para ficar com a bola.

Por parte do Internacional, um cruzamento rasteiro de Seijas pelo lado esquerdo, encontrou Gustavo Ferrareis pelo outro lado porém o atacante colorado bateu prensado. Foi isso que o primeiro tempo trouxe aos torcedores colorados, um jogo tenso e com pouca objetividade, porém com boa movimentação e marcação exemplar dos dois times. E o placar seguiu fechado para desespero do torcedor.

 

Segundo tempo

 

Mais objetivo, o Internacional retornou para a segunda etapa com a marcação um pouco mais alta. O time da casa passou a exercer pressão e em uma jogada pelo lado direito, William fez um cruzamento e a bola passou por todo m undo na área e ninguém chegou para empurra para a rede. O  colorado, seguiu pressionando em dois escanteios que não resultaram em nada. Em um contra-ataque bem aramado, o Coritiba respondeu e um cruzamento pelo lado esquerdo. O atacante Iago cabeceou firme. Danilo Fernandes, fez uma grande defesa e espalmou para escanteio. Na cobrança, a defesa levou a melhor e afastou o perigo.

A partida ganhou em qualidade e velocidade, ambos os times partiram para o ataque. Alex fez boa jogada, e após enquadrar o corpo chutou firme de perna direita, o goleiro Wilson tocou com a ponta dos dedos na bola, foi o suficiente para a bola desviar e explodir na trave. O Coxa aproveitava os contra-ataques e levava perigo para o gol do Inter. Em busca de um maior equilíbrio na parte ofensiva, e pensando unicamente nos três  pontos, Celso Roth fez uma mudança dupla. Saíram Alex e Ferrareis para as entradas de Valdívia e Marquinhos.

Aos 30′ do segundo tempo Leandro  invadiu a área em velocidade, pelo lado esquerdo. O campo estava acabando, mas Ernando deu o carrinho e tocou no atacante do Coritiba, o árbitro André Luiz de Freitas Castro apontou a cal e marcou a penalidade. Na cobrança, Juan chutou forte, meia altura e Danilo Fernandes fez mais um milagre na partida pegando a penalidade, e segurando o placar em 0x0. Depois da penalidade, o Internacional cresceu no jogo, e em uma jogada rápida pelo lado meio da área, Valdívia foi derrubado dentro da área e o arbitro marcou o pênalti.  Vitinho, machucado chutou forte no canto direito de Wilson e abriu o placar. O Internacional abriu o placar e eram somados 41′ da etapa complementar.

Ficha técnica:

29ª Rodada – Internacional 1×0 Coritiba

Craque de Bola Coca-Cola: Danilo Fernandes

Internacional (1): Danilo Fernandes; William, Eduardo, Ernando e Ceará; Rodrigo Dourado, Eduardo Henrique, Seijas (Aylon), Alex (Valdívia) e Gustavo Ferrareis (Marquinhos); Vitinho. Técnico: Celso Roth.

Coritiba (0): Wilson; Benitez, Luccas Claro (Bernardo), Nery e Juninho; João Paulo, Iago (Ortega) e Juan; Raphael Veiga, Leandro e Vinícius (Gonzales). Técnico: Carpegiani.

Gol: Vitinho (I), de pênalti, aos 41min do segundo tempo

Cartões amarelos: Juan, Benitez, Luccas Claro, Leandro (C); Ernando, William (I).

Pagantes: 31.431
Menores: 1.569
Não pagantes: 2.156
Total público: 35.156
Renda: R$ 453.765,00

Arbitragem: Luiz César de Oliveira Magalhães, auxiliado por Marcione Mardonio da Silva Ribeiro e Armando Lopes de Sousa (CE).

Local: Beira-Rio.


 

 

 

Comentários