Internacional não consegue vencer o Flamengo e está fora da Libertadores


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

*Por Bárbara Assmann

 

O Internacional até que conseguiu abrir o placar no segundo tempo, mas o Flamengo, após contra-ataque, empatou e complicou a vida do colorado. Com o resultado, o Inter não conseguiu se classificar para as semifinais da Libertadores e está fora do campeonato. 

O primeiro tempo foi uma perda de tempo. O colorado não atacava e faltava velocidade. No segundo tempo, com as entradas de Nico López e Wellington Silva, o Inter melhorou e conseguiu abrir o placar. Porém, Odair tirou Cuesta e levou o empate.

A partida iniciou com o Flamengo atacando e chegando com perigo duas vezes. Primeiro, Gabigol acionou Arrascaeta, o uruguaio bateu de canhota e Marcelo Lomba espalmou. Depois, mais uma grande defesa de Marcelo Lomba. Gabigol saiu na cara do goleiro do Inter e quase marcou. 

Mas o Inter precisava do resultado e começou a buscar o ataque. Aos seis minutos, a bola entrou, mas o árbitro marcou falta de Guerrero no goleiro Flamenguista. Porém, o Colorado estava nervoso e produziu pouco. Já o Flamengo não se intimidava e buscava o ataque. 

Isso se refletia na posse de bola. Aos 20, o Flamengo estava com 61%, e Lomba continuou trabalhando. Aos 22, após toque de bola, Bruno Henrique encheu o pé de fora da área e fez Marcelo Lomba espalmar para a linha de fundo. 

O nervosismo estava refletido dentro de campo. Aos 29, o Inter saiu jogando muito mal e Gerson roubou bem no ataque. Ele acionou Gabigol, que não conseguiu dar sequência ao lance.

A equipe rubro-negra continuava atacando. Agora, com Filipe Luís, que encheu o pé esquerdo e mais uma vez obrigou Lomba a espalmar para o lado. 

Aos 40, o primeiro chute preciso do Inter aconteceu. Após cruzamento pela direita, Patrick dominou bem de peito na entrada da área e finalizou. A bola saiu. Mas depois, uma das melhores chances do Flamengo. Em contra-ataque, Bruno Henrique deu ótimo passe para Gabigol que, dentro da área e livre, tirou a bola de Marcelo Lomba, mas jogou para fora.

A segunda etapa começou sem trocas nos dois lados. Porém, Odair Hellmann não esperou cinco minutos para fazer a primeira: colocou Nico López no lugar de Rafael Sóbis. Depois? Mais uma. Saiu Uendel para a entrada de Wellington Silva. 

A partir daí a pressão colorada iniciou. A equipe cresceu em campo. Não deu outra. Aos 16, o colorado marcou na bola parada. D’Alessandro cobrou na área e Lindoso se antecipou e cabeceou para o fundo da rede. Internacional 1, Flamengo 0. O lance foi para o VAR, o árbitro revisou e confirmou o gol. 

O ponteiro marcava 30 minutos e o Inter estava com uma postura agressiva. Já o  Flamengo caiu de intensidade. Odair mudou novamente. Tirou Cuesta e colocou Sarrafiore. Tirar zagueiro dá certo? Não. Aos 39, o Flamengo marcou. Em contra-ataque iniciado por Arrascaeta, Bruno Henrique arrancou e tocou para Gabigol que não desperdiçou. Internacional 1, Flamengo 1. 

Depois disso, não houve tempo para revidar. O Flamengo conseguiu o empate e o Inter está fora da Copa Libertadores da América.

(Foto: Reprodução/Instagram @scinternacional)

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas 

 

Comentários

>