Inter perde e permanece no Z4


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

O Internacional perdeu para o Botafogo por 1×0 no estádio Luso Brasileiro na Ilha do Governador RJ. A partida, válida pela 30ª rodada do campeonato Brasileiro, marcou a 15ª derrota da equipe colorada no Brasileirão. Sem pontuar na rodada o Inter permanece na 18ª colocação com 33 pontos e precisa vencer 4 partidas em 8 para escapar o rebaixamento. Já o Botafogo, com a vitória chegou aos 47 pontos e subiu para a 5ª posição, zona de classificação para a pré libertadores.

 

Primeiro tempo

Em busca de uma vitória fora de casa, após quase cinco meses, o Internacional fez um primeiro tempo aquém do necessário para abrir o placar. Enquanto a equipe da casa, exercia uma marcação sob pressão e chegava na frente com toques rápidos, o colorado marcava atentamente e sua defesa levava vantagem sobre o ataque alvinegro. Até os 18′ ambas as equipes se estudaram e o máximo que conseguiram foram alguns escanteios, porém, pouco efetivos inter e Botafogo insistiam em não abrir o placar.

Precisando da vitória para sair do Z4, Roth adiantou a marcação do seu time e passou a pressionar o time da casa. Mas as ações de ataque eram desorganizadas e não levaram muito perigo ao goleiro Sidão. Aos 30′ da primeira etapa, o Botafogo de Jair Ventura, retomou o controle da partida. O resultado veio em um chute de longe de Dudu Cearense. O goleiro Danilo Fernandes, de mão trocada, espalmou para escanteio. Na cobrança, a bola ficou rebatendo dentro da área, colorada até que a zaga colorada afastou. Em seguida Valdívia respondeu também de fora da área, porém o chute saiu fraco e sem direção.

Aos 34′, o atacante Neilton fez grande jogada pelo lado direito, ultrapassou Ceará e chutou forte, a bola passou na frente do gol colorado e por pouco o Botafogo não abriu o placar. A resposta veio com Vitinho, que em um contra-ataque rápido pelo lado direito, chutou forte, mas a bola foi para fora. O primeiro tempo de jogo não mudou muito o seu panorama, e teve como destaque negativo o jogador Vinícius tanque, que não causou preocupação para a zaga do Inter, e ainda recebeu um cartão amarelo. Sem muita emoção, o primeiro tempo chegou ao fim aos 46′.

Segundo tempo

Como já era de se esperar, Jair Ventura promoveu duas mudanças na sua equipe. Saíram do time Vinícius Tanque e Dudu Cearense, para as entradas de Sassá e Rodrigo Pimpão. Diante das alterações, o time da casa ficou mais ofensivo e passou a chegar com mais força. Roth, vendo seu time amarrado em campo, sacou Valdívia e colocou em campo Eduardo Sasha. Mesmo melhor em campo, o Botafogo sedia muitos contra ataques.

Em um deles, aos 20′ Vitinho escapou em velocidade pelo lado esquerdo de ataques, o atacante colorado pedalou e deixou Airton para trás, em seguida, já dentro da grande área, cortou Camilo que ficou no chão. Livre, Vitinho chutou forte, mas Sidão fez grande defesa e salvou o Botafogo.  A partida ganhou em emoção. Vitinho dentro da área teve uma segunda oportunidade de marcar, sem dominar o atacante chutou forte após a bola raspou a trave botafoguense.  No contra ataque, o Botafogo chegou forte, Rodrigo Pimpão, livre sentir da área, chutou no contra pé de Danilo, o goleiro colorado operou um milagre e impediu o gol do time da casa. Eram 25′ do segundo tempo.

A partida ia se encaminhando para o final, quando aos 38′  Sassá é derrubado pelo zagueiro Eduardo dentro da área. O árbitro baiano Mariélson Alves Silva apontou a cal e marcou a penalidade. O próprio Sassá chutou forte no canto contrário de Danilo Fernandes e marcou o gol da vitória alvinegra. Antes de terminar o jogo, William recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do próximo jogo. Após a derrota, o Internacional permaneceu na 18° colocação no campeonato Brasileiro, e enfrenta o Flamengo dentro do Beira-Rio na próxima rodada dentro do Beira-Rio.

 

FICHA TÉCNICA

Botafogo: Sidão; Emerson, Alemão, Joel Carli e Vitor Luis; Rodrigo Lindoso, Aírton, Dudu Cearense (Rodrigo Pimpão) e Camilo; Neílton (Gervasio Nuñez) e Vinícius (Sassá). Técnico: Jair Ventura

Internacional: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Ceará (Geferson); Rodrigo Dourado, Anselmo, Gustavo Ferrareis e Alex (Seijas); Valdívia (Eduardo Sasha) e Vitinho. Técnico: Celso Roth

Gol: Sassá, aos 40 minutos do segundo tempo (B)

Local: Luso-Brasileiro – RJ

Arbitragem: Marielson Alves Silva (BA), auxiliado por Kleber Lucio Gil (SC) e Guilherme Dias Camilo (MG).

Cartões amarelos: Vinícius, Airton e Joel Carli (B); Paulão (I).

Comentários