Inter vence o clássico 415, mas é o Grêmio que classifica.

Seis anos depois, o clássico Grenal voltou a ocorrer em uma quarta-feira à noite. Apesar disso, diferente daquela oportunidade em 2012, o Internacional saiu vencedor do confronto. No Beira-Rio, precisando reverter o resultado sofrido na Arena, a equipe colorada venceu por 2×0, gols de Nico López e D’Alessandro, mas viu o Grêmio se classificar à próxima fase do Campeonato Gaúcho.

Odair Hellmann com os desfalques de Danilo Fernandes, Klaus, William Pottker, Leandro Damião e de última hora o centroavante Roger, levou a campo Marcelo Lomba, Fabiano, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago formaram o sistema defensivo; Rodrigo Dourado, Gabriel Dias, Edenilson, Patrick e D’Alessandro fecharam o meio-campo, e no comando de ataque Nico López.

Renato Portaluppi, sem Maicon e com Pedro Geromel na Seleção Brasileira, optou por escalar Cícero, deixando Arthur no banco de reservas. Marcelo Grohe, Léo Moura, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez estavam escalados na linha de defesa; Jaílson, Cícero, Ramiro, Luan e Everton formaram o meio-campo, e na frente Jael.

Em seus domínios o Inter tenta imprimir um ritmo bastante intenso desde os primeiros segundos no clássico 415, tanto que aos 5 minutos Luan se desentende com Nico López. Com o placar a seu favor o Grêmio tenta empurrar os donos da casa para trás, forçando o erro do adversário. A primeira oportunidade da partida foi dos visitantes aos 23 minutos quando Luan recebeu de Ramiro, e ganhando na velocidade de Rodrigo Moledo, têm seu chute desviado para escanteio em bela defesa de Lomba. Na sequência o Inter chega pelo lado esquerdo e Marcelo Grohe coloca para escanteio cruzamento de Nico.

Aos 31 minutos, Leandro Vuaden marca pênalti, quando Bressan derruba Rodrigo Moledo na área, depois de escanteio cobrado por D’Alessandro, o zagueiro tricolor é advertido com cartão amarelo. Nico López de canhota abre o placar, Inter 1 x 0. Ainda na primeira etapa Rodrigo Dourado e Nico receberam cartões amarelos por falta.

Para a segunda etapa, Inter e Grêmio retornam sem alterações. Com menos de 1 minuto novamente apostando em cruzamentos a equipe da casa para em Marcelo Grohe. Aos 3 minutos o centroavante Brenner é a primeira opção de Odair, o garoto entrou no lugar do lateral direito Fabiano que sentiu a coxa, assim, deslocando Edenilson para a direita.

Aos 13 minutos Gabriel Dias perde grande oportunidade de ampliar, na entrada da pequena área o volante arremata para fora. O Inter cresce na partida estabelecendo pressão, fazendo com que jogadores do Grêmio procurem retardar a partida.

Aos 20 minutos, D’Alessandro cobra falta com perfeição e marca, Inter 2 x 0. Renato Portaluppi, por sua vez chama Arthur que entra no lugar de Jael e na sequência retira Léo Moura, colocando Alisson. Odair Hellmann responde com a entrada de Wellington Silva na vaga de Gabriel Dias.

A partida se desenha truncada, onde o Inter ainda busca o terceiro gol para levar a partida às penalidades e o Grêmio com chegadas esporádicas tenta diminuir garantindo tranquilidade até o final do jogo. Em sua última tentativa, Odair vê em Camilo a peça para fazer a diferença, retirando o zagueiro Victor Cuesta. O árbitro Leandro Vuaden solicita 6 minutos de acréscimos no segundo tempo, enquanto, Renato se resguarda ao colocar em campo Michel, na vaga de Everton.

Na segunda etapa, D’Alessandro, Victor Cuesta e Rodrigo Moledo pelo lado do Inter. Bruno Cortez, Kannemann e Alisson (Grêmio) receberam cartão amarelo.

Com o final da partida, Inter 2 x 0 Grêmio, o tricolor se classifica às quartas de final do Campeonato Gaúcho, e enfrenta o Avenida, no domingo, em Santa Cruz do Sul.

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

André: “É um time que tá acostumado com títulos. Quero ajudar o time a ser campeão também.”
Grêmio goleia o Avenida e encaminha a classificação à final do Gauchão
Deixe seu comentário