Inter só empata com o lanterna Santa Cruz


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Num jogo essencial para as pretensões coloradas no campeonato, o Inter se complicou sozinho, por incompetência própria não venceu o lanterna e deixou de se afastar da zona de rebaixamento. Agora o time de Celso Roth terá que buscar pontos contra o Palmeiras, mas sem esquecer do Galo na próxima quarta-feira, pela Copa do Brasil.

Primeiro Tempo

Precisando da vitória, o Internacional foi pra cima do Santa Cruz, na pressão habitual de início do jogo. Com o time mais adiantado, o colorado marcava a saída de bola do Santa, que não conseguia sair de seu campo de defesa. Até os laterais colorados avançavam e em menos de 10 minutos a pressão surtiu efeito. Ceará cruzou da linha de fundo,  Sasha cabeceou e Tiago Cardoso espalma mal. William pegou o rebote e passou para Vitinho, que dentro da área só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes.

Mesmo em vantagem no placar, o Inter permaneceu no campo de ataque e buscando apertar o time pernambucano. Com ultrapassagens de Sasha e Wilian pelos lados, o time buscava construir jogadas em velocidade, mas pecava no último passe. Vitinho também estava bem no jogo e se apresentava para buscar as jogadas.

Depois da primeira metade do tempo, o Santa Cruz começou a gostar do jogo, chegando aos poucos em bolas paradas. Já o Inter foi se perdendo no jogo, deixando de sair tocando a bola e rifando-a, sem conseguir trabalhar as jogadas como no início do jogo. Até que, aos 31′ em boa jogada do lateral Vítor, ele dribla Vitinho e cruza na cabeça de Léo Moura, que livre de matcação, só empurra para dentro.

O gol reanimou o Santa, que passou a ter mais a bola e se aventurar no campo de ataque, arriscando chutes ao gol. A situação ficou pior para o Inter aos 40′, que em lance imprudente de Eduardo Henrique, o volante acabou levando o segundo amarelo e foi expulso do jogo. deixando o time com um jogador a menos.

O jogo que parecia tranquilo para o Inter buscar um resultado positivo e ter boa atuação de seus jogadores, foi se tranformando em um duelo dramático. Com 10 em campo e faltando apenas 5 minutos, o time colorado  até tentou ir ao ataque, mas sem muito impeto.

Segundo Tempo

Precisando recompor o meio campo, Celso Roth optou pela entrada de Anderson no lugar de Alex para dar mais consistência ao meio campo. Necessitando do resultado, o Inter teve a iniciativa de de ir ao ataque. Mas com 1 a menos, o time acabava cedendo contra-ataques perigosos para o adversário.

Sem conseguir furar  bloqueio coral, Inter se desgastava fisicamente e alternava momentos de ataque, na base do abafa e na maior parte do tempo, se defendia em seu campo de defesa, ao passo que o Santa Cruz conseguia chegar com mais gente ao ataque. Contudo, time pernambucano não tinha muito interesse em buscar o resultado e ficava tocando bola na intermediária de ataque, sem agredir o Inter.

A partida ficava complicada para o Colorado, que precisava de um gol e não tinha organização para chegar forte ao gol de Thiago Cardoso. Mas com Wilian, criou grande oportunidade aos 28′, que foi defendida pelo goleiro. Um minuto depois, Sasha teve um gol anulado por impedimento.

A partida seguiu, com o time de Celso Roth no ataque, martelando a defesa do Santa Cruz, que fazia boa partida. O jogo se encaminhou para o final sem maiores oportunidades para o Colorado.

 

 

Comentários