Inter se apega em retrospecto em casa para reversão contra o Flamengo e quer título para coroar trabalho, diz executivo de futebol


Por: Valéria Possamai,

A força do torcedor e o desempenho dentro do Beira-Rio são umas das apostas do Inter para reverter o resultado contra o Flamengo e seguir adiante na Copa Libertadores. Em entrevista exclusiva à Rádio Grenal, o executivo de futebol Rodrigo Caetano falou sobre os bastidores do time antes da decisão, na noite desta quarta-feira.

“Acreditamos pois temos um bom histórico dentro de casa. Teremos o apoio do nosso torcedor que já veio ao treino ontem. Os jogadores estão muito focados.  Enquanto não terminar o segundo jogo, qualquer confronto de mata-mata está aberto. O histórico mostra isso. Temos 90 minutos pra buscar no mínimo a igualdade. Odair vem trabalhando que temos que dar um passo de cada vez”, disse Caetano ao Futebol Alegria do Povo, da Rádio Grenal.

A participação em três competições e a chegada em fases decisivas nas copas também servem de motivação para equipe, que quer o título de campeão para coroar o trabalho desenvolvido no clube.

“O que nos faz acreditar e trabalhar, é ver que o Inter está chegando em todas as competições. Chegando, estamos mais perto de conquistar. Precisamos coroar este trabalho, para a autoestima do torcedor e nossa também, com um título”, disse o dirigente que ainda completou, “no momento em que o Guerrero pede dispensa da seleção na qual ele é tão importante, passa uma mensagem para os jogadores da importância desse momento do clube”, afirmou o dirigente.

Para a decisão desta quarta-feira, o colorado precisa vencer por 3 a 0 para garantir a classificação no tempo normal. Caso devolva o mesmo placar do primeiro jogo, a vaga será decidida nas penalidades máximas. Vale lembrar que, nesta fase há gol qualificado, ou seja, caso o Flamengo marque, o Inter precisará superar o adversário por uma diferença de três.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

 

Comentários

>