Copa do Brasil: Inter reserva bate Atlético-GO fora de casa por 2 a 1

(Foto: Ricardo Duarte / SC Internacional)

A saga pela busca do bicampeonato da Copa do Brasil começou com vitória para o Internacional. O primeiro tempo começou com intensidade colorada e logo abriu o placar com Leandro Fernández. Na segunda etapa, Moisés aumentou o placar e no final da partida, deu tempo do Atlético Goianiense marcar, de pênalti, com o goleiro Jean. E o primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil terminou assim: Atlético-GO, 1, Internacional 2. O placar leva vantagem para o colorado que joga pelo empate.

Na escalação, surpresas! Coudet optou por uma equipe totalmente alteranativa nomes como do zagueiro Pedro Henrique, do lateral Rodinei, do volante Praxedes e Musto e no ataque Leandro Fernández e Pottker, sem Galhardo que apresentou um desconforto muscular. E mesmo com essas escolhas, foi o colorado que saiu pressionando. Logo ao um minuto de jogo, após cruzamento, Nonato tentou finalizar, mas carimbou a zaga adversária.

Três minutos depois, aos quatro, William Pottker cabeceou rente à trave e quase abriu o placar. Já aos nove minutos, foi a vez de Marcos Guilherme bater da entrada da área e levar perigo ao goleiro adversário. Toda essa intensidade resultou no que o colorado buscava: o gol! E ele veio da cabeça de Leandro Fernández. O ponteiro marcava 12, quando Marcos Guilherme cruzou, na medida, para o atacante colorado que não desperdiçou.

A partir daí, o Atlético de Goiás começou a tentar mais e aos 22,  foi pra cima em um lance de perigo. Janderson driblou Marcelo Lomba e caiu após fazer a jogada. O árbitro deu pênalti, mas ao consultar o VAR ele anulou a marcação por simulação do atleta do Atlético Goianiense.

Marcelo Lomba teve que voltar a trabalhar novamente aos 28. O goleiro Jean cobrou falta forte e o goleiro colorado espalmou a cobrança. Após o lance, a partida seguiu morna, sem muitas chances para ambos os lados. Foi apenas aos 44 que uma jogado perigosa voltou a acontecer, dessa vez, pelo lado do Atlético. Baralhas arriscou da entrada da área e a bola bateu pelo lado de fora da rede.

A segunda etapa iniciou com as duas equipes buscando o ataque. Primeiro, aos 8, após cobrança de falta, Hyuri sobre praticamente sozinho, mas cabeceou  por cima do gol de Lomba. E aos 10, mais uma vez ele, Hyuri, tentou de cabeça e a bola passou pertinho.

Após a sequência do Atlético-GO, Coudet optou por colocar Patrick e Edenilson na partida. E logo depois, o gol veio! Moisés tabelou com Leandro Fernández e chutou bonito para aumentar o placar.  A resposta veio em uma grande jogada Janderson que bateu colocado, fazendo Lomba espalmar. Porém fazer 2 a 0 não foi sinônimo de deixar de atacar. Aos 22, Pottker quase marcou, após tentar de fora da área.

O jogo perdeu um pouco a intensidade nos minutos finais com o Inter buscando mais a marcação. Mas aos 36 quase deu tempo de ampliar o marcador. Após bela jogada de D’Alessandro, Edenilson recebeu e bateu, mas parou no goleiro. E quem não faz, leva. Aos 46 minutos que realmente deu tempo de marcar. Jean, o goleiro do Atlético, marcou de pênalti. O gol diminuiu o marcador e deu um pouco de esperança para a equipe adversária para o próximo duelo que acontece na terça-feira (03).

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Minuto a minuto: Atlético-GO x Inter
Gurias Coloradas sofrem a virada perdem no jogo de ida das quartas de final do Brasileirão A1
Deixe seu comentário