Inter encara sequência de partidas em outubro e Aguirre pode retornar com rodízio

Diego Aguirre aproveitou da goleada contra a Chapecoense para descansar seus jogadores e testar novos esquemas

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Depois de ser eliminado na Copa do Brasil e Libertadores, o outubro colorado se apresenta com grande sequência de partidas. Diego Aguirre terá como principal missão manter a corda esticada com o grupo de jogadores sem que afete o rendimento físico e clínico de seus atletas. Para isso, uma característica marcante do técnico pode voltar à tona.

Em sua primeira passagem treinando o Inter, em 2015, o técnico uruguaio ficou com o estigma de fazer rodízios entre os seus jogadores. Para preservar fisicamente, Aguirre alterava constantemente a figura do time titular, algo que marcou sua carreira e foi desaprovado pela crônica esportiva da época, além de parte da torcida colorada.

Nos últimos 10 dias, o clube enfrentou Atlético-MG, Ceará e Chapecoense, em partidas alternando o fim de semana e uma quarta-feira. Esta vem sendo a segunda vez, nesta passagem, que Aguirre passa por uma sequência de confrontos. No início quando chegou, ainda em agosto, o uruguaio teve nove partidas entre ‘quarta-domingo’.

Neste primeiro momento, Diego Aguirre preservou Patrick contra o Corinthians, Renzo Saravia contra o São Paulo e Rodrigo Dourado contra o Juventude. Com a eliminação precoce na Libertadores para o Olímpia, o calendário colorado havia deu uma folga, dando a liberdade do time treinar durante a semana e jogar no sábado ou domingo.

Este método voltou a acontecer no último final de semana. No domingo, o colorado goleou a Chapecoense por 5 a 2, e com o resultado no primeiro tempo de 4 a 0, Aguirre decidiu fazer três substituições para a segunda etapa. Entraram Heitor, Matheus Cadorini e Boschilia, descansando Saravia, Yuri Alberto e Dourado, respectivamente.

Ainda, o comandante colorado substituiu Patrick por Gustavo Maia e Taison por Paulo Victor. “Estamos com uma sequência de oito jogos jogando fim de semana e quarta-feira. Foi um bom momento para dar um descanso aos jogadores com continuidade e uma oportunidade aos meninos”, falou o treinador em entrevista coletiva pós-jogo.

Do duelo diante do Atlético-MG no final de semana retrasado (02/10), até a partida contra o Corinthians no dia 24 de outubro, serão sete confrontos em apenas 22 dias. A partir desta quarta-feira (13), colorado encara em sequência, América-MG (Casa), Palmeiras (Fora), Bragantino (Casa) e Corinthians (Casa).

As semanas livres retornam após o confronto contra os corinthianos, com seis dias espaçados entre a partida contra o São Paulo (31/10) e o clássico Grenal 434. Até lá, Diego Aguirre tem como missão manter o rendimento do seu grupo de jogadores para buscar a classificação direta para a Copa Libertadores de 2022.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Grêmio é campeão da Copa da Liga!
Com sete desfalques, Thiago Gomes tem dura missão para encarar o Fortaleza no Ceará
Deixe seu comentário