Inter bate o Bragantino e chega à nona vitória consecutiva no Brasileirão

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O Inter venceu mais uma no Brasileirão. Jogando no Beira-Rio, pela 33ª rodada, o Colorado bateu o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na noite deste domingo (31), e chegou ao nono triunfo consecutivo na competição. Pela primeira vez na história dos pontos corridos, uma equipe chega a nove vitórias consecutivas no campeonato. Patrick e Edenílson marcaram os gols do Inter. Helinho descontou para o Bragantino.

O resultado mantém o Colorado como líder, firme no topo da tabela, com 65 pontos. O Atlético-MG, segundo colocado no torneio, está com 60 pontos. O Flamengo ainda pode assumir a vice-liderança se vencer o Sport, nesta segunda-feira (1°), em Recife, e alcançar 61 pontos.

O inter volta a campo na próxima quinta-feira (4), às 21h, em partida da 34ª rodada do campeonato. Na Arena da Baixada, os comandados de Abel Braga enfrentam o Athletico Paranaense.

O jogo

O Inter começou o duelo em ritmo acelerado e precisou de apenas uma chance para abrir a contagem no Beira-Rio. Logo aos três minutos, Rodinei cobrou lateral na área, Patrick aproveitou a sobra, soltou o pé, mas parou em Cleiton. No rebote, a bola voltou para o meia que dessa vez não desperdiçou.

Passado o susto inicial, o Bragantino entrou no jogo. Aos 12, Claudinho assustou e, aos 14, Helinho marcou. Depois de chute de Artur, Marcelo Lomba fez a defesa e o camisa 37 pegou a sobra para deixar tudo igual no marcador. A partir daí, a partida perdeu intensidade e a igualdade seguiu até o intervalo.

Já no início do segundo tempo, o Colorado teve uma penalidade a favor. Com a bola na marca da cal, Edenílson fez a cobrança de manual e recolocou o time da casa na frente, aos 12. Com a vantagem, o Inter manteve o ritmo e passou a controlar o jogo. Mas, nos minutos finais, o Massa Bruta foi para o tudo ou nada. Raul, aos 44, viu Lomba evitar o empate. Na sequência, Tubarão também assustou, mas errou o alvo.

Ficha técnica

– Internacional (2): Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Victor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso) e Edenilson; Caio Vidal (Marcos Guilherme), Praxedes (Johnny) e Patrick (Leandro Fernández); Yuri Alberto (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga.

– Bragantino (1): Cleiton; Weverton, Léo Ortiz, Ligger e Edimar (Weverson); Raul, Ryller (Ramires) e Claudinho; Artur, Ytalo (Hurtado) e Helinho (Bruno Tubarão). Técnico: Mauricio Barbieri.

– Gols: Patrick, aos quatro minutos do primeiro tempo, e Edenilson, aos 12 minutos do segundo tempo (I). Helinho, aos 15 minutos do primeiro tempo (B).

– Cartões amarelos: Rodrigo Dourado e Bruno Praxedes (I).

– Arbitragem: Savio Pereira Sampaio, auxiliado por Daniel Henrique Andrade e José Reinaldo Júnior. VAR: Héber Roberto Lopes.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Ganhando espaço e oportunidade, Caio Vidal e Peglow vibram com momento positivo
Abel reconhece superioridade do Bragantino, parabeniza o grupo e destaca: ”Minha ferramenta é acreditar em todos”
Deixe seu comentário