Inter perde mais uma e rebaixamento é iminente


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

Sem apresentar um bom futebol, o Internacional foi derrotado pelo Corinthians por 1×0 na noite da última segunda-feira no Itaquerão. O resultado praticamente rebaixou a equipe colorada, que precisa vencer os dois próximos jogos, contra Cruzeiro em casa e Fluminense fora e ainda torcer para que o Vitória perca ambos.

 

Primeiro tempo

 

Desatendo e desfocado na marcação, o Internacional começou a partida cedendo muitos espaços para o ataque do time da casa. A primeira chegada de ataque foi em um passe do meia Marquinhos Gabriel, que deu um belo passe e encontrou Romero livre na frente, o jogador chutou em cima do zagueiro Ernando e ficou com o escanteio.

A maior preocupação do time de Lisca, era marcar e marcar. Com as linhas bem adiantadas, o colorado tentava exercer pressão para impedir que os paulistas não saíssem com qualidade.

 

O Corinthians tabelava com qualidade e o perigo rondando o gol colorado em cada descida do time da casa. Uma jogada rápida pelo lado direito, terminou com Uendel livre no meio da área, Danilo Fernandes salvou o Inter de sofre o primeiro gol e no rebote Paulão tirou quase em baixo do gol. A partida era muito movimentada, e aos poucos o time de Lisca ia tentando ficar com a posse de bola.  O relógio do árbitro apontava 16’ do primeiro tempo.

 

Um cruzamento despretensioso pra dentro da área do Corinthians teve o desvio de Marlone e quase surpreendeu o goleiro Walter, mas acabou em escanteio mesmo. A partida foi ficando feia tecnicamente, e em uma jogada pelo lado esquerdo, Aylon apareceu perto da área e foi derrubado por Fagner. Vitinho foi para a cobrança do que poderia ser o gol do Inter, mas escorregou e a bola foi tirada com facilidade pela zaga do Corinthians. Aos 32’ uma jogada muito rápida, o meia Marlone deu uma caneta no volante Rodrigo Dourado e todou para Marquinhos Gabriel, o meia tocou para Fagner que passava em velocidade, o lateral tocou para trás para o próprio Marlone que chutou forte muito perto do travessão de Danilo Fernandes.

 

Segundo tempo

 

O técnico Lisca se obrigou a realizar uma modificação para o segundo tempo. Vitinho sentiu uma lesão muscular e deu lugar apara Seijas. Com a entrada do Venezuelano, o internacional adiantou a sua marcação, porém as chances de gol não surgiam. Com pouca criatividade em ambos os lados  o jogo seguia morno, até o momento em que o árbitro da partida marcou um pênalti duvidoso de Ernando em Romero. Marlone que não tinha nada a ver com isso, chutou forte no canto direito de Danilo Fernandes e Abriu o placar para o Corinthians.

 

Depois do gol, Lisca fez outra modificação. Com a necessidade de vencer para se manter vivo na luta contra o rebaixamento, o treinador tirou Eduardo Sasha e colocou o uruguaio Nico Lopez em campo. A modificação não alterou a partida. O Corinthians seguiu em cima e aos 24’ Marlone fez grande jogada e chutou de fora da área, a bola bateu na trave. O time da casa estava melhor em campo, e o Inter muito desorganizado e sem chegar ao ataque de forma efetiva.

 

Lisca em busca de uma mudança de quadro retirou Aylon e colocou Valdívia em campo. A entrada do jogador não mudou muito o que estava acontecendo em campo. Nico López, foi o responsável pelas principais tentativas coloradas. Dói chutes de fora da área, um passou à direita de Walter, o segundo saiu forte porém alta demais. O Corinthians por sua vez segurou o relógio e aproveitava todas as chances que tinha pra matar tempo e tentava sair em contra ataques.

 

Antes do final da partida, Danilo Fernandez fez mais duas grandes defesas que salvaram o Inter do segundo gol. A partida se encaminhou para o final, o árbitro apontou o centro do gramado aos ____ do segundo tempo. Com a vitória, o time de Oswaldo Oliveira assumiu a sétima colocação e se aproximou do G6. O Inter se manteve na 17ª posição com 39 pontos, três pontos atrás do Vitória, primeiro time fora da zona do rebaixamento.

Comentários