Inter joga mal, perde o jogo e a liderança


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

O Vitória da Bahia recebeu o Internacional no Barradão em Salvador, na tarde de hoje (5). Com um gol logo no início do jogo, o Vitória venceu por 1×0. Com o resultado, o Internacional perdeu o jogo, a liderança, e três jogadores para a próxima partida devido ao terceiro cartão amarelo. Para o próximo jogo, Argel não conta com Paulão, Sasha e Anselmo.

 

Primeiro tempo

 

A partida mal havia começado, os times pouco haviam se estudado e o zagueiro Ernando estava na entrada da área e tentou passar pelo atacante Kieza, que roubou a bola de Ernando,  e invadiu a área. Danilo Fernandes  saiu do gol e espanou a bola para a intermediária, onde estava o atacante Marinho que, de primeira, encobriu o goleiro Danilo, que tentou volta para fazer a defesa, mas não conseguiu. A bola morreu no fundo da rede colorada. Estava aberto o placar logo no 3º minuto de partida.

O Inter, sem apresentar muitas armas táticas capazes de modificar o panorama da partida, passou a dar alguns contra ataques. Em um deles, perto dos 30′ de jogo, Paulão se obrigou a dar um carrinho perigoso, o resultado foi um cartão amarelo que tira o zagueiro da próxima partida contra o América Mineiro. Com a mesma estratégia, porém sem grande resultado pois o Inter não conseguiu chegar com muita força ao ataque, em um contra ataque, o volante Anselmo sofreu o terceiro cartão amarelo e também é desfalque contra o América-MG.

A lei do ex, que já tinha aparecido no início da partida pelos pés de Marinho, que teve passagem pelo Internacional, por pouco não apareceu de novo. Dagoberto recebeu um cruzamento pelo lado dieriteo e chutou rasteiro na trave. No final do primeiro tempo, o atacante Sasha, recebeu um lançamento na intermediária, os zagueiros e o goleiro do vitória falharam, Sasha, ficou completamente livre, mas sem paciência tentou uma bicicleta, mas fraca e pra fora.

 

Segundo tempo

 

O Internacional voltou para o segundo tempo sem o volante Anselmo, que deu lugar para Jair, mas nada mudou. Apresentando um futebol fraco e previsível, o time de Argel era facilmente marcado e surpreendido pelo atacante Marinho, que causou muitas dificuldades para Paulão e Ernando. Em uma das poucas vezes em que o Inter conseguiu tocar a bola de maneira mais consciente, de pé em pé, a bola chegou para William pelo lado direito, mas o goleiro do Vitória saiu e fez boa defesa. Em seguida, Sasha tomou o terceiro cartão amarelo. Não era ainda nem 30′ do segundo tempo e o inter já somava três desfalques para o jogo contra o América MG em casa.

A partida seguiu morna e sem muitas chances para ambas as equipes, perto do final da partida, Argel colocou Alex em campo, ele deu um pouco mais de ritmo e, em uma bela jogada, o meia chutou forte de fora da área e o goleiro espalmou. Em seguida, protagonizou outra boa jogada e Aylon quase empatou o jogo. Com a marcação adiantada o Inter começou a chegar no final do jogo, fez uma certa pressão novamente se aproveitando do cansaço dos baianos. Porém, foi o Vitória que quase marcou no final da partida, porém a zaga do colorado cortou em cima da linha.

Com a derrota o Internacional figura na terceira colocação do Campeonato Brasileiro com 13 pontos, a pontuação é a mesma do vice-líder Grêmio e do líder Corinthians, porém perde duas posições nos critérios. A próxima partida é contra o América-MG no próximo sábado às 16h00 no Beira Rio. Argel, não conta com Paulão, Anselmo e Sasha suspensos pelo terceiro cartão amarelo.  Fabinho é dúvida, e se não voltar os problemas para escalar o time são grandes.

 

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA X INTERNACIONAL

Craque da bola Coca-Cola: Marinho (Vitória)

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão) em Salvador

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Thiago Peixoto (ASP FIFA-SP)

Assistentes: Emerson Carvalho (FIFA-SP) e Anderson Coelho (CBF-SP)

Cartões amarelos: Paulão, Anselmo, Gustavo Ferrareis, Jair e Sasha (Internacional); Wiliam Farias (Vitória)

Gol: Marinho, aos quatro minutos

VITÓRIA: Fernando Miguel; Norberto Neto (Maicon Silva), Victor Ramos, Ramon e Euller; Amaral, William Farias e Flávio; Marinho; Dagoberto e Kieza.

Técnico: Vagner Mancini

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Anselmo, Fernando Bob, Gustavo Ferrareis e Andrigo; Sasha e Vitinho

Técnico: Argel Fucks

 

Comentários