Inter vence mais uma fora de casa e alcança liderança do Brasileirão


Por: Thiago Rocha,

 

Primeiro tempo

O Internacional surpreendeu antes mesmo de entrar em campo. O técnico Argel Fucks fez uma modificação em sua equipe. Retirou o volante Anselmo e colocou o meia atacante Gustavo Ferrareis. Desta maneira alterando a formatação tática do time colorado.

O Inter desenhou seu time em 4-1-4-1, deixando o Fernando Bob isolado, em uma linha mais a frente com Eduardo Sasha, Gustavo Ferrareis, Andrigo e Fabinho, e na frente Vitinho. O Santos se pareceu surpreso com a postura colorada e não conseguiu criar boas oportunidades no primeiro tempo.

Já o time colorado parecia muito a vontade. Fazendo pensar quem estava assistindo o jogo que a equipe gaúcha estava jogando em casa e os paulistas eram os visitantes, Gustavo Ferrareis e Andrigo entravam na área com muita facilidade. Já Sasha e Fabinho apoiavam os laterais William e Artur, respectivamente, para os ataques colorados.

A criação foi tão bem sucedida que o melhor atleta do Santos na primeira etapa foi o goleiro Vanderlei. O arqueiro fez muitas intervenções e salvou em uma oportunidade perdida pela novidade do time alvirrubro, Gustavo Ferrareis.

No entanto, mesmo sendo melhor no primeiro tempo, o time treinado por Argel não conseguiu abrir o marcador. Porém, deixava uma boa perspectiva para a segunda etapa.

Segundo Tempo

No segundo tempo o Inter voltou com a mesma pegada da primeira etapa. O time de Argel Fucks se utiliza das laterais do campo. Principalmente pelo lado esquerdo. Já o Santos especulava mais e buscava melhoria na partida.

No entanto, o time gaúcho seguia dominando as ações ofensivas e não passava trabalho com o time paulista. Andrigo e Gustavo Ferrareis acabaram perdendo oportunidades dentro da grande área. Vitinho, que não apareceu tanto no primeiro tempo, começou a participar mais do jogo e auxílio aos meias colorados.

Porém, o time cansou e Argel teve que começar a modificar sua equipe. Tirou Andrigo e colocou Alex, mesmo após as declarações nas redes sociais. A equipe piorou, chamou o Santos para o seu território e Danilo Fernandes começou ser mais exigido na partida.

O treinador colorado propôs mais uma mudança na equipe. Retirou Vitinho e botou o atacante Aylon. O Inter não esboçava alterações na sua piora na partida. Até que um escanteio aos 39 minutos da segunda etapa, Alex cobrou na cabeça de Aylon, que desviou e tirou Vanderlei do lance. O Santos perdia, depois de 29 partidas na Vila Belmiro. A vitória colocava o Internacional na liderança junto com o Grêmio no Campeonato Brasileiro.

Após o gol, o colorado recuou um pouco e Dorival Junior quis impor mais ofensividade ao Santos. Não foi o bastante e o colorado levou mais três pontos para casa.

O Inter fez mais uma vitória fora de casa, está na segunda colocação do campeonato brasileiro e enfrenta o Atlético Paranaense no Beira-Rio no próxima quarta, às 19:30.

 

Ficha técnica:

 

Internacional (1): Danilo Fernandes; William, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Gustavo Ferrareis (Anselmo, aos 42min do 2ºmin e Andrigo (Alex, aos 22min do 2º tempo); Sasha e Vitinho (Aylon, aos 36min do 2º tempo). Técnico: Argel.

Santos (0): Vanderlei; Victor Ferraz, Luiz Felipe, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Renato, Rafael Longuine (Ronaldo Mendes) e Vitor Bueno; Paulinho (Lucas Crispim) e Joel (Matheus Nolasco). Técnico: Dorival Júnior.

Craque de Bola Coca-Cola: William

Gol: Aylon (I), aos 39min do segundo tempo.

Cartões amarelos: William (I); Luiz Felipe (S). 

Público total: Público: 4.468 Renda: R$ 109.980,00

Arbitragem: André Luiz de Freitas Castro (GO), Fabrício Villarinho da Silva (GO) e Cristhian Passos Sorence (GO).

Local: Vila Belmiro.

Comentários