Heitor descarta torcida pelo Flamengo e fala em fazer o ‘dever de casa’ para alcançar vaga direta na Libertadores


Por: Valeria Possamai,

*Valéria Possamai

Na busca pela vaga direta para a Libertadores de 2020, a final da copa continental no próximo sábado, entre Flamengo e River Plate, pode trazer consequências direta na tabela de classificação, abrindo G-5 em caso de título dos cariocas, influenciando nos planos do Inter. Apesar da possibilidade, o discurso do colorado é fazer o dever de casa para alçar a vaga direta na fase de grupos. Foi o que garantiu o lateral-direito Heitor.

“A gente não torce para ninguém, temos que fazer nossa parte. Se fizermos nosso papel, vamos subir na tabela. Claro que vai nos ajudar bastante se o Flamengo vencer, mas se não vencer, vamos ter que fazer nossa parte igual”, disse o jogador em entrevista coletiva.

Enquanto a finalíssima fica em segundo plano, o foco do time de Zé Ricardo está na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. Na sétima colocação, o colorado segue com os mesmos 50 pontos que o Corinthians. No domingo, às 19h, o colorado entra em campo contra o Fortaleza. E, para o jogo em casa, Heitor definiu a postura que a equipe precisa ter: “Tem que ter uma postura ofensiva, claro que o professor vai trabalhar isso durante a semana.”

Depois da reapresentação nesta terça-feira, o elenco do Inter segue as atividades na tarde desta quarta-feira, no CT Parque Gigante.

Leia mais: STJD denuncia Marcelo Lomba por expulsão no Grenal

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Comentários

>