Há 11 anos, Grêmio tinha mesma situação no Campeonato Brasileiro mas deu volta por cima

Foto: Divulgação / Grêmio FBPA

Passadas 17 partidas desde o início do Campeonato Brasileiro, o Grêmio amarga a zona de rebaixamento na 18ª colocação na disputa contra a Série B. A última vez em que o tricolor lutou contra a degola foi em 2010, ano em que o clube havia sido campeão gaúcho mas que fracassou no início do Brasileirão.

No ano, o técnico Silas foi quem comandou o Grêmio nas primeiras treze rodadas do campeonato. Após a derrota em casa para o Fluminense por 2×1, o presidente à época, Duda Kroeff, demitiu o treinador. Dois dias depois da demissão, o ídolo Renato Portaluppi deixou o Bahia para assumir o tricolor. Na situação, o time se encontrava na 17ª colocação, com 16 pontos, mesma pontuação que está agora em 2021.

Com a chegada de Renato, a ascenção do Grêmio no campeonato foi tão extraordinária que o clube terminou o campeonato em 4° lugar e com vaga garantida na Copa Libertadores da América de 2011. Em 25 partidas no comando do time no Brasileirão, Portaluppi venceu 15 jogos, empatou 6 vezes e perdeu apenas 4 partidas. Muito do sucesso na segunda parte do Brasileirão foi graças ao atacante Jonas, que terminou o ano como artilheiro da competição com 19 gols.

Em 2021, o Grêmio já praticou a troca de treinadores. Depois das primeiras sete rodadas, Tiago Nunes foi dispensado e Felipão foi chamado para tirar o time da situação de rebaixamento.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Maicon retorna a Porto Alegre na próxima segunda e deve se pronunciar
Em reunião, Grêmio apresenta gasto de R$27 milhões com rescisões de seis jogadores
Deixe seu comentário