Guto Ferreira: ”Para o Inter não podia dizer não”


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

O passado vivido no Beira-Rio foi determinante para o retorno de Guto Ferreira ao comando da equipe. O treinador, apresentado na tarde desta quinta-feira (01/06), revelou que não aceitou propostas de outros clubes, mas que quando chegou o chamado do Inter, não podia recusar.

”A minha decisão foi total. Em dezembro, tive proposta de um outro grande clube e não fui. Mas dessa vez não pude dizer não para o Inter. Hoje, na minha casa, tenho dois filhos colorados, embora seja paulista e minha mulher também. Porto Alegre foi muito importante para a minha carreira”, explicou o treinador.

O treinador também comentou sobre as características das equipes que dirigiu e como pretende trabalhar no Internacional.

”Se você acompanha as equipes que dirijo, têm como característica a compactação, a marcação agressiva, transição rápida. Aprendi com o Tite que a equipe joga controlando o jogo. Depois de um tempo, no Bahia nós conseguimos fazer isso, na Chapecoense. Não contra todos adversários, mas conseguimos. E no Internacional, com mais opções, nós podemos conseguir, impondo jogo, marcação intensa, como foi o jogo de ontem (quarta-feira, contra o Palmeiras, pela Copa do Brasil). O time fez um resgate do espírito. É isso que a gente vai trabalha”, completou.

O treinador chega ao Colorado junto dos auxiliares André Luís e Alexandre Faganello, e do preparador físico Juninho. O contrato do profissional se estende até dezembro de 2017, com possibilidade de renovação por mais um ano.

Acompanhe a coletiva de apresentação do treinador colorado:

Comentários