Guerrero nega proposta do Boca e indica permanência no Inter


Por: Valeria Possamai,

Especulado como uma possível saída para o futebol argentino, Paolo Guerrero declarou que seu desejo é de seguir no Inter em 2020. O peruano, que estava no alvo do Boca Juniors, negou ter recebido proposta do clube xeneize e indicou a permanência em Porto Alegre.

A declaração de Guerrero ocorreu durante o Lance de Craque, evento beneficente que ocorreu no Beira-Rio, no último sábado. Durante autógrafos e fotos com torcedores, o camisa 9 afirmou que os colorados ainda irão o ver atuando em Porto Alegre. Ainda, com relação a propostas de outros clubes, o centroavante afirmou que só saíra do Inter caso haja uma proposta boa para os dois lados.

Guerrero tem contrato até 2021 com o Inter, e a multa rescisória não tem valor fixado, no modelo de negócio é o clube gaúcho que estipula o valor.

Anunciado em agosto de 2018 pelo Inter, Guerrero passou por momentos de “pesadelo” até ser destaque no time. Oito dias após a apresentação no Beira-Rio, Guerrero teve o direito de jogar suspenso. Uma decisão da Justiça suíça revogou a liminar que permitia a atuação do jogador. A partir dali, iniciou-se a busca do jogador para provar sua inocência e retomar o direito de voltar a jogar futebol. Mas os recursos não foram aceitos. Paolo Guerrero precisou cumprir a punição inicial de 14 meses aplicadas pelo TAS e só voltou aos gramados em abril deste ano.

Após ficar meses longe de seu oficio, Guerrero entro em campo no dia 6 de abril. Logo na data em que o estádio colorado completava 50 anos, o camisa 9 estreou pelo Inter e de cara marcou seu primeiro gol, que colocou o time na final do Campeonato Gaúcho. De lá para cá, são 41 jogos e 20 gols marcados.

Foto: (Ricardo Duarte/S.C.Internacional)

Comentários

>