Guerrero e Roberto Melo recebem punição em julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva; Bruno e Odair são absolvidos


Por: anacarolina,

Em sessão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), nesta sexta-feira (11), o Inter foi julgado por conta das expulsões e incidentes na partida contra o Flamengo, no Campeonato Brasileiro.

O lateral Bruno foi apenas advertido por ato desleal. O técnico Odair Hellmann, que não está mais no clube, foi absolvido. Já Paolo Guerrero, foi punido com dois jogos de suspensão por desrespeitar a arbitragem e acabou absolvido na denúncia por provocar a torcida. O vice-presidente Roberto Melo teve a punição aplicada em 30 dias de suspensão por fazer criticas duras sobre a arbitragem em coletiva.

Com o gancho recebido, Guerrero, que já cumpriu um jogo de suspensão automática pelo cartão vermelho, deve cumprir o segundo jogo na rodada contra o Avaí, na próxima quinta-feira (17), quando retorna da Seleção Peruana. O atacante prestou depoimento via videoconferência por estar concentrado.

D’Alessandro sofre punição por expulsão na final do Gauchão

O Inter também esteve em pauta em outro Tribunal nesta semana. O TJD-RS (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul) julgou novamente os incidentes na final do Gauchão 2019. Na sessão realizada na quinta-feira (10), D’Alessandro foi punido com jogo de suspensão.

O Tribunal gaúcho já havia julgado os incidentes da finalíssima do Estadual. No primeiro julgamento, D’Alessandro e Odair Hellmann, ambos expulsos naquela partida, haviam sidos penalizados. Por conta da reclamação da reclamação à marcação do pênalti assinalada por Jean Pierre Lima após do árbitro de vídeo (VAR), o camisa 10 havia sofrido punição de dois jogos. Já o técnico havia sido suspenso por uma partida.

Com o novo julgamento, o gringo terá de cumprir um jogo de suspensão na edição do Campeonato Gaúcho do próximo ano. As informações são da Rádio Grenal.

Comentários

>