Grêmio vence São Luiz e final do Gauchão terá Grenal


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O jogo de volta entre Grêmio e São Luiz começou às 16h deste domingo (7), pela semifinal do Campeonato Gaúcho. A partida em Ijuí acabou em 0 a 0, o que obrigou os dois times a saírem pro ataque. Porém, na Arena, os donos da casa se saíram melhor.

Aos 12, Jean Pyerre fez a primeira chegada do Tricolor, mas o goleiro Carlão, do São Luiz, defendeu. Os dois times seguiram atacando lá e cá, com o Grêmio tendo mais investidas, mas, ainda assim, sem nenhuma grande oportunidade. Aos 24, saiu o primeiro cartão amarelo do jogo: para Pablo, do time ijuiense, que acertou um carrinho em Jean Pyerre. Logo depois da cobrança da falta, André cruzou para Alisson, que completou. 1 a 0 para o time do Grêmio. Aos 25, um minuto depois, Thiago Alagoano também recebeu amarelo – justamente por ter reclamado de a falta ter sido cobrada muito rapidamente

Aos 30, sai o terceiro cartão amarelo do alvirrubro no jogo: Márcio Goiano saltou e atingiu Alisson com o cotovelo. Nesse mesmo minuto, André tenta completar de cabeça, mas o lance é interrompido por falta cometida. Depois do gol, é nítido que o time do Grêmio se empolgou com o jogo. Aos 33, Jean Pyerre cobrou falta por cima da goleira.

Ainda com vontade, o São Luiz contra-ataca com chute de Thiago Alagoano, que foi desviado à queima-roupa por Paulo Victor. Se o gol tivesse acontecido, o São Luiz estaria mais perto da classificação, já que o empate com gols levaria o time ijuiense à final do campeonato. Porém, aos 37, veio um novo balde de água fria para os visitantes: André marca pela segunda vez no ano. O atacante, que recebeu a bola de Matheus Henrique, se desvencilhou do marcador e bateu rasteiro para o gol. 2 a 0 para o Tricolor. Aos 41, Alisson leva o primeiro cartão amarelo do time de Porto Alegre, por ter derrubado Tauã no meio do campo. O árbitro Daniel Bins ainda deu mais um minuto de acréscimo na primeira etapa.

Na volta para o segundo turno, o São Luiz chegou com vontade, tentando contra-atacar e marcar para ganhar uma “sobrevida” na partida. Nos primeiros minutos do jogo, o time de Ijuí levou certo perigo ao Grêmio. Aos 8, após uma cobrança de falta do alvirrubro, a bola passou rente a linha do gol. Aos 11, Tauã bateu cruzado e Leílson completou, marcando o gol para os visitantes. Só que, no mesmo instante, o árbitro anulou a jogada e deu cartão amarelo para o atacante, por ter espalmado a bola para a rede.

Aos 13, Everton recebeu de Jean Pyerre e marcou um golaço, praticamente sacramentando a classificação do Grêmio para a final do campeonato. 3 a 0 para o Tricolor. Com mais tranquilidade, Renato Gaúcho substituiu Alisson por Marinho, aos 15 e Maicon por Rômulo, aos 21. Aos 18, o time alvirrubro também fez duas trocas: Jeferson Prill no lugar de Tauã e Anderson Paraíba no de Leilson.

A partir daí, o time gremista se posicionou no campo de defesa e esperou o ataque do São Luiz, que não conseguiu construir nenhuma jogada que levasse perigo. Aos 31, no Grêmio, André foi substituído para dar lugar a Felipe Vizeu e aos 37, no São Luiz, Mikael saiu para entrada de Vavá. O jogo seguiu sem perigo de gol em nenhum dos lados.

Chegando no final da etapa complementar, aos 38, Everton tocou para Jean Pyerre. O jogador tentou driblar a defesa, mas foi desarmado. Aos 42, Marinho derrubou Márcio Goiano e levou amarelo; aos 45, o árbitro Daniel Bins encerrou o jogo. O Grêmio está classificado para a final do campeonato e vai enfrentar o eterno rival, Internacional, no próximo domingo (14), às 16h, no Beira-Rio. Essa será a primeira partida válida pela final do Gauchão.

Comentários

>