Grêmio vence clássico Gre-Nal e se isola na liderança do Gauchão


Por: Diogo Rossi, comunicador na @rdgrenal

O Grêmio venceu o 418° Gre-Nal com gol de Leonardo Gomes. Matheus Henrique foi o craque da partida pelo lado tricolor, Guilherme Parede foi o melhor em campo pelo lado colorado. O jogo ainda teve uma expulsão: Nonato, ainda no primeiro tempo, levou cartão vermelho.

O Gre-Nal iniciou com muitas dúvidas a respeito das escalações dos times. O Inter, como prometido, veio com reservas. Na última hora, Grêmio confirmou uma escalação completa de reservas também, com nomes como Geromel, Kannemann e Luan fora até do banco. Havia até dúvida se Renato estaria na beira do campo, já que está com problemas estomacais – virose que acometeu, também, Paulo Victor e Thonny Anderson, que ficaram de fora do jogo.

Durante o primeiro tempo, os dois times tentavam buscar o gol, mas não ofereciam muito perigo para o lado adversário. Ambos não tinham muita organização, mas bastante entrega. Antes das boas tentativas aparecerem, o Gre-Nal começou com faltas. Logo aos cinco minutos, o zagueiro Roberto chegou dando um pontapé no jogador gremista Pepê. Ele levou cartão amarelo, assim como Pedro Lucas, depois de reclamar com o juiz Anderson Daronco.

Quem teve as primeiras chances foi o time do Grêmio. Depois de uma primeira tentativa de Léo Gomes, Montoya chutou forte, mas Daniel fez a defesa. Logo após, aos dez minutos, em uma chegada do Inter, a bola desviou em Marcelo Oliveira, sobrando para o goleiro tricolor, Brenno. O Grêmio tinha mais volume de jogo, mas a partida era lá e cá, quando uma sequência de faltas mudou o rumo da partida. Aos vinte minutos, Nonato atacou Matheus Henrique. Falta. Logo após a falta, o garoto gremista recebeu a bola dentro da área, arriscou um chute, que passou pelo lado do gol. Depois disso, Nonato fez mais uma falta em Matheus. Dessa vez, Daronco não perdoou e o jogador colorado foi expulso. Até os quarenta minutos do primeiro tempo, não houve chances claras e boas chegadas. Mas, aos quarenta e dois, Leonardo invadiu a área colorada, tabelou bonito com André e finalizou rasteiro para abrir o placar na Arena. 1 a 0 para o time da casa.

O segundo tempo começou com substituições na equipe colorada. Saiu Pedro Lucas, amarelado, para a entrada de Tréllez. Ele não teve muitas participações no jogo, mas o Inter conseguiu ter mais presença ofensiva, com faltas perto da área, escanteios e finalizações no segundo tempo, sempre buscando o gol de empate. Já o Grêmio diminuiu um pouco o ritmo na etapa complementar e não manteve a mesma intensidade. Antes de fazer as trocas, o time do técnico Renato teve uma boa chance com Jean Pyerre. Aos sete minutos, ele cobrou bem a falta, mas o goleiro adversário espalmou para escanteio. Logo após a tentativa, quem teve outra chance de bola parada foi o Inter. Uendel cobrou da entrada da área e o goleiro defendeu em dois tempos.

O técnico tricolor queria mais gols. Colocou dois atacantes: na segunda etapa, entraram Everton e Diego Tardelli. Na equipe colorada, Camilo e Wellington Silva entraram como substitutos. Guilherme Parede foi um dos jogadores mais participativos do Inter na etapa complementar. Neilton, que estava apagado, saiu. O jogo foi bastante pegado, o Inter tentou, mas o 418° Gre-Nal terminou com a vitória do Grêmio. 1 a 0 para o Tricolor.

O próximo desafio do Inter será quarta-feira (20), pelo Campeonato Gaúcho contra o time do Novo Hamburgo no Estádio Beira-Rio. O Grêmio também volta a jogar na quarta, contra o Pelotas, na Boca do Lobo, pelo Gauchão.

 

Comentários

>