Grêmio se posiciona sobre não ter assinado manifesto a favor da MP de democratização de transmissão

Foto: Divulgação/ Camejo Comunicação

Nesta semana, 16 clubes brasileiro assinaram um manifesto a favor da Medida Provisória 984, que dá o direito de transmissão de TV apenas ao clube mandante. No manifesto, os clubes defendem a “democratização das transmissões de futebol” e elencam uma série de motivos para o apoio. Dos clubes da série A, apenas São Paulo, Grêmio, Fluminense e Botafogo não assinaram em apoio.

Em contato com a Rádio Grenal, o presidente gremista, Romildo Bolzan Jr., se manifestou dizendo que o momento é importante para ter cautela quanto às questões contratuais e de direitos, e que “o clube necessita de mais tempo para analisar tudo o que envolve a MP“. O tricolor gaúcho possui contrato com a Rede Globo até 2024.

A lei vigente garante o direito de arena aos dois clubes envolvidos em cada partida. Mas como a medida provisória, assinada pelo Presidente Jair Bolsonaro, está em vigor, os clubes mandantes são os únicos responsáveis pela comercialização dos direitos de transmissão. No entanto, a medida só terá caráter definitivo se houver aprovação no Congresso Nacional.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio negocia saída de jovem da base para Manchester City
Futebol segue restrito em Porto Alegre, e Grenal não será no Estádio Beira Rio
Deixe seu comentário