Grêmio se diz “satisfeito” com julgamento sobre as expulsões no clássico Grenal pela Libertadores

Zagueiro Paulo Mirando foi o maior penalizado, com quatro jogos de suspensão e multa

Foto: (Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Diante do julgamento das expulsões pelo clássico Grenal, pela Libertadores, o Grêmio se disse “satisfeito” com as decisões aplicadas pelo Tribunal Disciplinar na Conmebol. Pelo lado do tricolor, Caio Henrique e Pepê levaram punição de um jogo e multa de mil e quinhentos dólares (R$ 8,3 mil), Luciano recebeu três partidas de gancho e multa de três mil dólares (R$ 16,7 mil) e Paulo Miranda foi punido com quatro partidas de suspensão e multa de três mil dólares (R$ 16,7 mil).

“Em princípio, não vamos recorrer. Uma pena dentro do que nós imaginávamos. Acho que foi uma decisão que nos deixou ‘satisfeitos’ “, declarou o diretor jurídico do clube Nestor Hein em entrevista à Rádio Grenal.

Momentaneamente, o clube afirma que não irá recorrer da pena de Paulo Miranda, suspenso com o maior número de jogos e o único caso que pode haver o ingresso com recurso.

O Grenal 424

Grenal inédito na disputa da Copa Libertadores entrou para a história, mas como uma marca negativa. A partida marcada por confusões no minutos finais se tornou o segundo jogo com o maior número de expulsões. Oito jogadores, quatro de cada lado, foram advertidos com cartão vermelho após episódios de pancadaria.

O clássico 424 só ficou atrás da marca registrada entre Boca Juniors e Sporting Cristal. No encontro entre os times em 1971, a partida pela fase de grupos teve 19 jogadores expulsos, é o jogo com mais expulsões da história até aqui na competição sul-americana.

Na Arena, aos 40 minutos do segundo tempo, o jogo que estava se encaminhando para um empate em 0 a 0, se transformou em confusão generalizada no gramado, resultando em oito expulsões. A briga começou com um estranhamento entre Moisés e Pepê em uma dividida de bola, na lateral do campo. Após o lance, gremistas e colorados partiram para agressão que movimentou até o banco de reservas e a comissão técnica das equipes. Após a pancadaria, o árbitro Fernando Rapalini distribuiu cartões vermelhos: Luciano, Pepê, Paulo Miranda e Caio Henrique, pelo lado tricolor, e Victor Cuesta, Moisés, Praxedes e Edenilson, pelo lado colorado.

 

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Inter encaminha ampliação de contrato com Uendel
“É muito difícil tudo que tem acontecido no nosso país”, relata Diego Souza após recuperação e retorno aos treinamentos no CT Luiz Carvalho
Deixe seu comentário