Grêmio perde por 3 a 1 para o Atlético-MG e encara jejum de vitórias no Brasileiro

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Por Redação O Sul | 26 de setembro de 2020

O tricolor perdeu por 3 a 1 para o Atlético-MG, na noite deste sábado (26), no Mineirão, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Isaque anotou o gol gremista, enquanto Keno, marcou três vezes para o Galo. Com o resultado, a equipe de Renato Portaluppi estaciona nos 13 pontos e cai para a 13ª posição. Em onze jogos pelo nacional, a equipe só conta com duas vitórias.

O Grêmio terá mais um Grenal pela frente, às 17h de sábado, na Arena. Mas antes, recebe a Universidad Católica na terça-feira, às 19h15, pela Libertadores.

Os torcedores gremistas  sonharam com uma nova retomada no Brasileirão após mais uma vitória sobre o maior rival, na quarta-feira passada, pela Libertadores. Mas Renato poupou quatro titulares, e a equipe esteve longe de fazer frente ao líder do campeonato. Isaque marcou quando o Galo vencia por 2 a 0 e deu esperança de buscar o empate. Só que o inspirado Keno tratou de encerrar qualquer reação.

O Atlético-MG dominou a etapa inicial do Mineirão. Como líder que é no Brasileirão, criou muito e pressionou o Grêmio, que não conseguiu sair da marcação do time de Sampaoli. Keno abriu o placar em lance inusitado: driblou e finalizou, mas Paulo Victor caiu para a defesa. O jogo seguiu, o árbitro de vídeo conferiu e viu que a bola havia entrado. O Grêmio melhorou no final e fez Everson trabalhar, mas o jogo esteve nas mãos do Galo nos primeiros 45 minutos.

Os donos da casa não precisaram de muito tempo para ampliar. Aos cinco minutos, Keno cortou a marcação de Victor Ferraz e finalizou. Contou com um desvio em David Braz para fazer 2 a 0. Mas o tricolor reagiu aos nove minutos, com Isaque, que marcou de cabeça. Só que o destaque da partida voltou a aparecer. E com uma linda jogada. Aos 20 minutos, o goleiro Everson fez uma ligação direta para Keno, que disparou e deu um toquinho na saída de Paulo Victor para fazer o terceiro. Abatido, o Grêmio não criou mais nada e virou presa fácil. O Galo se contentou com o resultado e até se poupou nos minutos finais.

Ficha técnica

Grêmio (1): Paulo Victor; Victor Ferraz, Paulo Miranda, David Braz e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Darlan (Guilherme Azevedo) e Matheus Henrique; Robinho (Rildo), Pepê (Ferreira) e Isaque (Luiz Fernando). Técnico: Renato Gaúcho

Atlético-MG (3): Everson; Guga (Bueno), Júnior Alonso, Igor Rabello e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco (Hyoran) e Nathan (Allan); Savarino (Sávio), Keno e Eduardo Sasha (Marrony). Técnico: Jorge Sampaoli.

Gols: Keno, 10 minutos do primeiro tempo (1-0), 5 minutos do segundo tempo (2-0); Isaque, aos 9 minutos do segundo tempo (2-1); e Keno, aos 20 minutos do segundo tempo (3-1).

Cartões amarelos: Jair (CAM); Luiz Fernando (GRE).

Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira (RN), auxiliado por Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Vinicius Melo de Lima (RN)

Local: Mineirão, em Belo Horizonte

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Zagueiro Rodrigues concede entrevista na chegada do Grêmio em BH
As dúvidas de Renato Portaluppi para enfrentar a Universidad Católica nesta terça
Deixe seu comentário