Grêmio perde para o Bragantino por 1 a 0 fora de casa, na noite deste sábado, pelo Brasileirão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

A luta e a raça tricolor foram em vão na noite deste sábado (31) em jogo disputado no estádio Nabi Abi Chedid, contra o Bragantino. A partida foi válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro e encerrou um jejum de quatro jogos sem vencer da equipe paulista. Com gol marcado por Praxedes, aos 17 minutos do segundo tempo, o Grêmio tomou um balde de água fria e chegou ao fim de uma boa sequência de jogos.

O massa bruta ainda não perdeu atuando no seu estádio. A equipe de Bragança Paulista vive um grande momento. Com 27 pontos, está no G-4. Diferente do imortal, que vive situação delicada na competição, ainda empacado na penúltima posição, com apenas sete pontos.

Depois de um primeiro tempo sem muitas oportunidades, o jogo ficou mais aberto na etapa final e Praxedes aproveitou espaço na intermediária para marcar um belo gol e dar a vitória ao Massa Bruta. O Grêmio tentou reagir, mas parou na trave em sua melhor oportunidade. O resultado mantém o Bragantino no G-4 e o Grêmio permanece em sua luta contra a degola.

O Tricolor volta a jogar na competição na outra segunda-feira (9), às 20h, contra a Chapecoense na Arena do Grêmio. Antes, o Imortal recebe o Vitória no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. O duelo será nesta terça (3), às 19h.

Ficha técnica

Grêmio: Gabriel Chapecó; Vanderson, Pedro Geromel, Ruan e Bruno Cortez; Fernando Henrique, Victor Bobsin e Jean Pyerre; Léo Pereira, Alisson e Ricardinho. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Bragantino: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabricio Bruno e Edimar; Raul, Lucas Evangelista e Bruno Praxedes; Artur, Cuello e Ytalo. Técnico: Maldonado.

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (MG), assistido por Ricardo Junio de Souza (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG). O árbitro de vídeo é Adriano Milczvski (PR).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Inter e Cuiabá empatam sem gols no Beira-Rio
“Nós não vamos contratar mais do que um ou dois jogadores”, diz Felipão
Deixe seu comentário