Grêmio não sai do zero em jogo com o Fortaleza e segue na lanterna do Brasileirão

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio entrou em campo na noite deste domingo (27), para enfrentar o Fortaleza, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena, o Tricolor, com um jogador a menos, empatou sem gols com o Leão. Com o resultado, o time gaúcho segue na lanterna da competição nacional, agora com 2 pontos.

O próximo adversário gremista será o Juventude, que neste domingo venceu o Flamengo, na quarta-feira (30), em partida marcada para as 21h30.

Primeiro tempo

As primeiras iniciativas da partida foram adversárias, com 2 minutos de jogo. David fez um cruzamento na área para Pikachu, que desviou de cabeça, mas a defesa cortou a escanteio. Após a cobrança, a bola acabou com Chapecó. Já o Grêmio desceu pela esquerda e rolou a bola para o meio, próximo a meia-lua da grande área, mas a defesa cearense fez o corte com precisão.

Aos 7’, os gremistas tiveram uma nova oportunidade com Ferreira, que dominou, puxou para a perna direita e chutou em direção ao gol, mas a bola subiu demais, saindo por sobre a meta. No minuto seguinte, foi a vez de Douglas Costa receber na direita, descer pelo meio e chutar cruzado, mandando à esquerda do gol, raspando a trave.

Passados 19’, o Grêmio trabalhou bem com uma rápida troca de passes, girando a bola da direita para esquerda, até chegar a Ferreirinha, que finalizou, mas carimbou a marcação.

Aos 26’, mais uma oportunidade gremista: após uma boa trama, a bola caiu nos pés de Douglas Costa, que finalizou de bicicleta, mas houve o desvio na marcação. Cinco minutos depois, o camisa 10 cobrou uma falta, mandando direto a gol, mas Felipe Alves defendeu.

O Fortaleza quase abriu o placar aos 33’, quando Ronald fez um lançamento por cima, buscando Éderson, que recebeu entre os zagueiros e tentou finalizar encobrindo Chapecó. Por sorte, mandou por sobre o gol. Quatro minutos depois, os adversários se lançaram em contra-ataque, pela direita. Robson recebeu de Romarinho e finalizou da entrada da área, mas Chapecó fez a defesa.

Na reta final, Éderson arriscou de longe, obrigando Chapecó a se esticar, espalmando a escanteio. Em seguida, foi a vez de Titi finalizar, isolando, com 42’ jogados.

O Tricolor respondeu na sequência, criando sua chance mais clara na etapa inicial. Rafinha levantou para Ferreira, que desviou de cabeça, acertando o poste. Nos acréscimos, uma falta da intermediária, pela meia esquerda: Diogo levantou na área, mas a defesa cortou pela linha de fundo.

Segundo tempo

Com 3 minutos, o Tricolor teve uma chance em cobrança de falta. A bola foi colocada na área, Geromel desviou de cabeça e Kannemann ficou com a sobra, finalizando, mas por sobre o gol. Já o Fortaleza quase marcou após uma falha defensiva, mas Rafinha cortou e impediu o que poderia ser o gol cearense.

Logo em seguida, os gremistas voltaram ao campo de ataque, quando Douglas Costa fez um cruzamento buscando Kannemann, que chutou, mas para fora.

Aos 14 minutos da etapa complementar, Kannemann acabou cometendo uma falta sobre Robson, dentro da área, sendo expulso da partida e o pênalti assinalado para o Fortaleza. Pikachu foi para a cobrança e chutou no canto esquerdo. Chapecó defendeu e no rebote, o jogador adversário chutou para fora.

O Leão chegou com perigo novamente minutos depois, quando David avançou pela meia esquerda e chutou, mas Chapecó fez uma grande defesa.

Quase que o Grêmio abriu o placar aos 29’, quando após contra-ataque, Diogo Barbosa cruzou para Diego Souza, que desviou de cabeça, mas o goleiro defendeu.

Aos 37 minutos, o Tricolor teve um pênalti a seu favor. Diego Souza foi para a cobrança e chutou no canto esquerdo, a meia altura. Felipe Alves defendeu e impediu o gol gremista.

Na reta final, Crispim arriscou da intermediária, pela meia direita, mandando com perigo à esquerda da meta gremista. Em seguida, Pikachu, na frente do gol, recebeu um cruzamento e finalizou de primeira, por sobre a meta.

Nos acréscimos, os gremistas tiveram uma chance em falta. A bola foi colocada direto na área, Titi afastou e ao final, ela sobrou para Felipe Alves, que defendeu.

Ficha técnica

— Grêmio: Gabriel Chapecó; Rafinha, Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Lucas Silva), Matheus Henrique (Paulo Miranda), Victor Bobsin, Douglas Costa (Ricardinho) e Ferreira; Diego Souza (Diego Souza). Técnico: Tiago Nunes.

— Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Picachu, Éderson, Ronald (Felipe), Lucas Crispim; Romarinho (Osvaldo); Robson (Igor Torres) e David. Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

— Arbitragem: Marcelo de Lima Henrique (RJ), auxiliado por Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO). VAR (árbitro de vídeo): Pericles Bassols Pegado Cortez (SP).

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio x Fortaleza: Escalações, momentos, arbitragem e transmissão
“Vai passar”, diz Tiago Nunes sobre fase ruim do Grêmio
Deixe seu comentário