Grêmio goleia Inter e conquista Recopa Gaúcha 2020

Tricolor fez 9 a 1 no Grenal que decidiu o título da competição.

Foto: Foto: Luciano Maciel / Grêmio Fut 7

O Grêmio Futebol 7 aplicou uma goleada histórica no clássico Grenal que decidiu a Recopa Gaúcha de 2020. O Tricolor não tomou conhecimento do adversário e, mesmo saindo atrás no placar, venceu a partida por 9 a 1.

Os gols do Grêmio foram marcados por Pé Fino (2), Ruan Major (3) Oreba (2) Bilo e Neiva. O título confirma o favoritismo da equipe no Estado e nas competições da modalidade.

Em menos de um ano de projeto oficial, são quatro títulos: Gauchão 2020, Recopa 2020, Liga das Américas 2020 e Taça Governador 2021.

O jogo

A partida começou em alta rotatividade, como só poderia ser, no maior clássico do Estado. No primeiro lance, o Inter jogou a cobrança de lateral para área, a bola desviou em Iago e enganou o goleiro Risco: 1 a 0 para o Internacional.

Rapidamente o Grêmio voltou para o jogo, com calma e posse de bola. Após jogada individual de Rufino, Pé Fino entrou no primeiro pau para desviar e empatar a partida. Em menos de um minuto, veio a virada do Tricolor! Ruan Major recebeu na cara do gol, dominou com calma e encobriu o goleiro adversário: 2 a 1.

Neiva pressionou a saída de bola do adversário, roubou e tentou a finalização. Na sobra, Pé Fino estava bem posicionado para mandar uma bomba e ampliar o placar: 3 a 1.

De pé em pé, veio o quarto do Tricolor! Neiva de calcanhar, para Rufino devolver também de letra e Neiva encontrar Ruan Major, livre, do outro lado. Ruan só teve o trabalho de tirar o goleiro da jogada e marcar o seu segundo gol na partida.

Depois da vantagem, o Inter tentou adiantar a marcação, mas quem aproveitou foi o Tricolor. Em contra-ataque rápido, Dico tocou para Luiz Guilherme, que fez o pivô para Oreba. O camisa 12 tirou do goleiro e marcou o quinto do Grêmio na partida.

A segunda etapa começou com alterações nas duas equipes e um jogo mais disputado, sem espaços ou grandes chances de gol. Quem chegou primeiro, foi o Internacional. Em chutes de longa distância, Risco foi seguro. Em contra-ataque o adversário quase diminuiu, mas Risco fez grande defesa e manteve a vantagem do Tricolor.

Logo depois, foi a vez do Grêmio usar a velocidade. Ruan Major esticou para Bilo, que foi no fundo e cruzou para Major completar para o fundo das redes: 6 a 1.

Depois de falta dura em Juninho, Léo recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um a mais em quadra, o Grêmio tocou bola até abrir espaço na defesa adversária. Bilo chamou a marcação pra dançar e bateu colocado, deslocando o goleiro: 7 a 1.

O oitavo do Tricolor veio logo na sequência, Pé Fino fez lançamento longo e Neiva aproveitou a oportunidade para marcar o seu gol.

Mesmo com a goleada e o título confirmado, o Grêmio não diminuiu o ritmo e marcou o nono. Em cobrança de falta ensaiada, Oreba bateu para fechar o placar: 9 a 1.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Futebol

Compartilhe esta notícia:

Exclusivo: as primeiras palavras de Paulo Paixão em seu retorno ao Inter
Osmar Loss comenta sobre falta de gols e declaração de Galhardo: “Tem que falar para gente”
Deixe seu comentário