Grêmio bate o Cruzeiro e fica a um ponto dos líderes


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Em meio a uma forte neblina e termômetros marcando 7°, o Grêmio fez uma partida razoável, onde Luan foi mais uma vez o protagonista, com gol e grande participação ofensiva. A zaga, dessa vez não sofreu gols, contudo teve as lesões de Geromel e Walace Reis. Sem muita criatividade, o tricolor foi efetivo e com os dois gols, empurrou o Cruzeiro para a lanterna do Brasileirão.

 

Primeiro Tempo

As equipes iniciaram a primeira etapa com muita aplicação na marcação. O Grêmio fazia a pressão inicial, com Luan e Everton em cima dos zagueiros. Douglas e Giuliano também ajudavam na marcação alta e pressionavam os defensores cruzeirenses, fazendo-os rifar a bola.

Pela forte marcação, os time não conseguiam criar chances reais de gol. Até 20 minutos só o cruzeiro havia chutado ao gol de Marcelo Grohe e sem perigo. O jogo era muito ruim técnicamente. O Grêmio possuía a posse de bola mas não conseguia a infiltração na defesa mineira. A melhor alternativa traduzia-se em Everton, na sua velocidade, que em algumas escapadas levava perigo em cruzamentos.

A primeira chance tricolor veio apenas aos 27′, quando Douglas acertou um chute colocado de fora da área, defendido por Fábio.

Sem muita criação e qualidade ofensiva, o jogo chegava aos 40′ com poucas oportunidades tanto para Grêmio, quanto para Cruzeiro. Mas em dois lances, Luan pôs o Grêmio de volta na partida. Aos 42′, em uma boa jogada, driblou 2 adversários e bateu colocado. A bola acertou a trave direita de Fábio e no rebote Douglas mandou por cima.

Dois minutos depois, em cruzamento de Everton pelo lado direito de ataque, o camisa 7 tricolor subiu livre e cabeceou pra baixo para abrir placar na Arena.

 

Segundo Tempo 

Na segunda etapa, os times faziam o mesmo embate do primeiro tempo. Sem substituições, o time do Cruzeiro tentava tocar a bola e Paulo Bento organizava seu time, que já mostrava algo melhor do que o produzido no primeiro tempo. Mas o Grêmio ainda era melhor. Apesar da substituição de Walace Reis por Bressan, o tricolor não mudou seu jeito de jogar e tinha mais posse de bola na disputa.

O Grêmio iniciava melhor e já aos 6′, Luan bateu de fora da área. Fábio não segurou firme e Douglas, de cabeça, aproveitou o rebote para dar a vantagem ao tricolor na Arena.

Melhor na partida, o Grêmio cresceu após o gol e pressionou o time mineiro. A marcação não dava espaços e time ocupava a parte da intermediária adversária com seus homens. Até que no mesmo lance, dois jogadores gremistas sentiram. Maicon e Geromel caíram no gramado com as mãos nas coxas. Roger chamou Jaílson e Marcelo Hermes. Hermes faria a lateral e Marcelo Oliveira iria para a zaga.

Com as substituições, o time de Roger Machado diminuiu o ritmo, tentando se organizar após as saídas. Já o Cruzeiro aproveitou a fragilidade defensiva tricolor e foi pra cima. Em jogada de Riascos, o atacante girou e bateu para o gol. A bola atingiu o braço de Marcelo Oliveira e o árbitro marcou pênalti, após alerta do bandeirinha. Porém a sorte estava com o tricolor e Arrascaeta isolou a cobrança. De bico, o meia uruguaio mandou bola muito longe do gol de Marcelo.

O Grêmio resistia as investidas cruzeirenses e conseguia se recuperar após o susto do pênalti. O cronômetro marcava 35′ minutos e a torcida gritava olé, fazendo a festa na Arena. O Cruzeiro já não tinha mais fôlego para buscar diminuir a diferença do placar e o tricolor administrava a partida.

Aos 45′, o último lance perigoso. Giuliano em bom chute de fora da área, obrigou Fábio a fazer grande defesa. A bola ainda tocou na trave e foi pela linha de fundo. O Grêmio teve dificuldades para chegar na frente, mas foi efetivo quando chegou. Luan foi mais uma vez o melhor da partida.

O Grêmio volta a campo pelo Campeonato Brasileiro na próxima quinta (23) contra o Vitória, na Arena.

 

Craque Coca-Cola: Luan

Ficha Técnica

Grêmio: Marcelo Grohe; Ramiro, Pedro Geromel (Marcelo Hermes), Wallace Reis (Bressan) e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Jaílson), Giuliano, Douglas e Everton; Luan. Técnico: Roger Machado.

Cruzeiro: Fábio; Lucas, Bruno Viana, Fabrício Bruno e Bryan; Lucas Romero e Henrique; De Arrascaeta, Alisson (Bruno Ramires) e Riascos (Willian); Rafael Silva (Allano). Técnico: Paulo Bento.

Arbitragem: Thiago Duarte Peixoto, com Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa) e Alex Ang Ribeiro (trio de São Paulo).

Local: Arena do Grêmio.

Cartões amarelos: Bruno Viana e Riascos (CRU).

Gols: Luan (44min/1°T) e Douglas (6min/2°T).

Público: 16.566. Renda: R$ 453.041,00.

Comentários