Advertências, lesões e pedidos na CBF: as heranças gremistas da partida contra o São Paulo

Geromel já estava pendurado e levou terceiro cartão amarelo por reclamar de um pênalti não marcado em cima dele mesmo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Atualizada em 20/10/20, às 11h27

Além de chegar ao seu nono empate no Campeonato Brasileiro, a partida sem gols contra o São Paulo no último sábado (17) trouxe dores de cabeça para o Grêmio. Geromel levou seu segundo amarelo e agora fica pendurado na próxima partida, a saída de Alisson e Luiz Fernando com dores durante a partida e as decisões da arbitragem deixaram o tricolor com um gostinho de derrota na 17ª rodada do Brasileiro.

O zagueiro titular agora está pendurado, já que levou o segundo cartão amarelo por reclamar de um pênalti não marcado em cima dele mesmo. Com isso, fica de fora da próxima rodada do Brasileirão, contra o Athletico-PR no próximo domingo (25).

Já as dúvidas ficam por conta de Alisson e Luiz Fernando, que precisaram ser substituídos durante a partida, lesionados. Alisson levou um pisão no tornozelo esquerdo de Tchê Tchê ainda no primeiro tempo, mas resistiu até os 13 minutos da etapa final, quando foi substituído por Thaciano. Luiz Fernando recebeu uma entrada de Daniel Alves também no tornozelo esquerdo, aos 17 do segundo tempo. Os dois realizarão exames para identificar possíveis problemas físicos após deixarem a partida no Morumbi com dores.

Mas a principal preocupação ficou por conta das decisões da arbitragem durante a partida. O clube pretende pedir a anulação da partida por se considerar prejudicado na não marcação dos pênaltis e em função de uma mudança na escala do árbitro de vídeo do jogo contra o São Paulo. Após a partida, o vice de futebol Paulo Luz criticou duramente o árbitro de campo, Rafael Traci e ao árbitro de vídeo Elmo Alves Resende Cunha. Já neste domingo (18), o presidente gremista Romildo Bolzan Jr se manifestou dizendo que o tricolor faria o pedido de anulação da partida à CBF. Além do pedido da anulação, o tricolor vai enviar para a CBF nesta segunda-feira (19) um ofício para solicitar os áudios do árbitro e do VAR durante a partida.

Os lances reclamados pelo Grêmio aconteceram primeiro aos seis minutos de jogo, Pepê recebeu em velocidade na entrada da área e caiu na área em dividida com o lateral-esquerdo Reinaldo. Apesar das reclamações, Traci nada marcou. Aos cinco do segundo tempo, o Grêmio ergueu uma bola na área do adversário, Geromel disputou o lance com o mesmo Reinaldo, e Kannemann finalizou para fora, desequilibrado. O capitão tricolor pediu pênalti do lateral, Traci negou e ainda mostrou-lhe o cartão amarelo.

Mas antes da próxima rodada do Brasileiro, contra o o Athletico-PR, às 18h15 de domingo, na Arena da Baixada, o Grêmio enfrenta, na próxima quinta-feira (22), o América de Cali, às 21h30, na Arena, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. O Grêmio lidera o Grupo E com 10 pontos e já está classificado às oitavas de final.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio se acerta com Churín, mas segue negociando com Cerro Porteño
Alisson assume liderança de assistências na temporada tricolor
Deixe seu comentário