Galatto relembra histórica Batalha dos Aflitos e garante: “O Grêmio não cai”

Galatto falou na Rádio Grenal relembrando a Batalha dos Aflitos que completa 16 anos nesta sexta-feira (26)

Foto: Divulgação / Grêmio FBPA

Na noite desta sexta-feira (26), o Grêmio tem mais um confronto decisivo no Campeonato Brasileiro, desta vez contra o Bahia, para permanecer na Série A. Além da partida por si só muito expressiva, o dia também marca uma data histórica na vida torcedor gremista: a Batalha dos Aflitos. Galatto, relembrou o feito na Rádio Grenal.

Goleiro responsável por defender dois pênaltis e iniciar a jogada que fez o Grêmio vencer o Náutico com apenas sete homens em campo, Galatto falou sobre aquele 26 de novembro de 2005: “No jogo, a gente mostrou a força do Grêmio e lutamos bravamente contra a equipe do Náutico e a torcida”.

O ídolo gremista relembrou a defesa no pênalti: “A ficha cai mais quando a gente chega em Porto Alegre. Eu nunca tinha vivido nada nem parecido”. E deu dicas para os atuais arqueiros: “O goleiro não pode sair antes. Com as informações que se tem hoje pode se analisar mais o enquadramento, o jeito de bater. Tem que achar o momento certo para fazer a defesa”.

Torcedor gremista assumido, o ex-arqueiro admitiu: “fanático, grito, xingo, fico brabo”. Projetando o confronto decisivo desta noite, Galatto diz confiar na vitória: “O Grêmio não cai. O Grêmio ganha hoje sofrido por 1×0”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

O Grêmio algum dia poderá recuperar sua antiga glória?
Permanência de Douglas Costa para 2022 depende da direção do Grêmio
Deixe seu comentário