Forças militares se mobilizam para trazer Barcelona ao Brasil


Por: Diogo Rossi, Jornalista, radialista e Repórter na @rdgrenal

A delegação do Barcelona de Guayaquil, time semifinalista da Libertadores da América 2017, parece ter solucionado os seus problemas de deslocamento no início desta noite de segunda-feira (30). O time equatoriano que enfrenta o Grêmio nesta quarta-feira (01) na Arena, foi obrigado a alterar o seu cronograma inicial que previa o desembarque da equipe na capital gaúcha nesta segunda-feira (30). Problemas com a companhia aérea contratada pelo time para realizar o trajeto entre Guayaquil e Porto Alegre impossibilitaram a decolagem do voo na Bolívia, onde o time fazia escala. A chegada da delegação, aconteceria no início da semana, mas foi adiado para a manhã desta terça-feira (31).

A pedido do presidente do time José Cevallos, uma aeronave militar aguarda na cidade de Quito liberação federal para realizar o voo até Santa Cruz de La Sierra para resgatar a equipe. A previsão para saída da aeronave da capital equatoriana seria à meia-noite no horário local, 03 horas da manhã pelo horário de Brasília. Fernando Quintana, Consul do Equador em Porto Alegre, confirma que a força aérea do país aguarda apenas a autorização do governo para realizar o trajeto.

O novo cronograma da delegação do Barcelona de Guayaquil prevê que o desembarque aconteça por volta do meio-dia desta terça-feira (31), no aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre. O único treino dos atletas será o reconhecimento do gramado, na Arena, no dia que antecede o jogo que decide um dos finalistas da competição continental.

Comentários