FIFA estuda permitir renovação de contratos até o início de 2021

Foto: Site Oficial FIFA/Divulgação

Diante da paralisação do futebol por conta da proliferação do coronavírus, parece óbvio que a volta do futebol no Brasil, quando acontecer, exigirá um de dois cenários: ou muda o formato das competições, ou estende a temporada até 2021. Sendo assim, a Federação Internacional de Futebol apresentou hoje a proposta de permitir que as competições possam ser estendidas até final de janeiro 2021. E assim todos os contratos que se encerrem em final de 2020 serão estendidos automaticamente.

Nesta quinta-feira (02) durante uma teleconferência no 72° Congresso da Conmebol, realizada em sua sede em Assunção, o presidente da FIFA Gianni Infantino, ressaltou que ninguém pode determinar quando o futebol poderá ser retomado devido à pandemia. “Todos nós gostaríamos de ter futebol amanhã, mas infelizmente isso não é possível. Hoje ninguém sabe quando poderemos jogar como antes. São tempos de respeito por quem sofre e por quem ajuda. Pela primeira vez, o futebol não é a coisa mais importante. A saúde vem primeiro e deve continuar sendo até que esta doença seja derrotada”, observou.

Grêmio e Inter têm hoje, cada um, seis atletas importantes no plantel com contratos válidos apenas até 31 de dezembro de 2020. Dessa forma, os clubes teriam que negociar renovações contratuais com todos eles para utilizá-los nos jogos finais, caso o Brasileirão realmente termine apenas em 2021.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Notícias

Compartilhe esta notícia:

Através de videoconferência, lateral-direito do Grêmio realiza treinamentos e será novidade no futebol tricolor
Inter comemora 111 anos em momento atípico no futebol
Deixe seu comentário