Felipão não é mais técnico do Grêmio

Diretoria e treinador chegaram em comum acordo

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

E a quarta passagem de Felipão no comando do Grêmio terminou após a derrota para o Santos. Em seu site oficial, o Grêmio informou que, após uma reunião envolvendo o presidente Romildo Bolzan, o vice de futebol Marcos Herrmann e Felipão houve o comum acordo para o encerramento do vínculo do agora ex-técnico tricolor. O profissional deixa o Grêmio junto dos auxiliares Carlos Pracidelli e Paulo Turra e o preparador físico Anselmo Sbragia.

Em nota, o clube agradeceu o comprometimento e respeito do técnico e sua equipe com a instituição durante o período de trabalho. Ao mesmo tempo, Luiz Felipe Scolari deixou registrado o seu agradecimento ao Grêmio: “e continuarei sendo gremista, como sempre fui e sempre serei”.

O auxiliar Thiago Gomes é quem vai comandar o time diante do Fortaleza na próxima quarta-feira, no estádio do Castelão, no Ceará.

Confira os números da “Era Felipão” no Grêmio:

21 JOGOS:

9 Vitórias
3 Empates
9 Derrotas

47,6 de aproveitamento

22 gols marcados
23 gols sofridos

Em seu retorno ao Grêmio, Felipão durou apenas três meses no cargo. Ele assumiu em julho, no lugar de Tiago Nunes e estreou empatando sem gols contra o Inter no Gre-Nal 433. E a última partida ocorreu na noite de ontem (10), na derrota para o Santos, na Vila Belmiro. O tricolor é o penúltimo no Brasileirão.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio é superado pelo Santos nos minutos finais da partida na Vila Belmiro
Grêmio de 2021 tem mesmo aproveitamento de 2004 quando foi rebaixado pela segunda vez
Deixe seu comentário