Felipão elogia atuação tricolor e faz pedido à torcida: “Me deem um tempo”

Felipão concedeu sua primeira coletiva pós jogo depois do empate em 0 a 0 no Grenal 433

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Embora o empate no Grenal pelo placar de 0 x 0, não foi o suficiente para sair da lanterna do Campeonato Brasileiro. Felipão, que fez sua estreia no clássico 433, falou em entrevista coletiva após a partida.

Felipão explicou que a situação é delicada, mas que os jogadores atuaram com alma, tendo em vista a entrega em campo no clássico. Com apenas três dias de trabalho no comando tricolor, o treinador reiterou que seu time necessita dar o primeiro passo para recuperar os atletas e assim organizar um estilo de jogo. Mesmo com clima instável, Scolari elogiou: “Os jogadores mais velhos deram a experiência que os meninos precisavam, e isso ajudou muito para a partida”.

“Nós temos muitas situações que precisamos reorganizar. Ainda não tivemos a oportunidade de treinar com três zagueiros por exemplo”, explicou. Ainda, Felipão em sua escalação inicial deu a primeira chance para os jovens, Fernando Henrique e Victor Bobsin, por conta da ausência de Matheus Henrique servindo as Seleção Brasileiro olímpica. “Precisava de um camisa 5, então falei com o Thiago (Gomes), que meu deu as informações necessárias. Em 2014, tivemos uma situação parecida, quando Wallace foi lançado”.

Porém, o trabalho não para. Apesar da colocação ruim no campeonato nacional, Felipão tem comprimisso marcado diante da LDU, na terça-feira, pela Copa Sul-Americana. “Vou analisar a forma como vamos jogar de acordo com a situação do departamento médico. Teremos possivelmente três baixas para a próxima partida”. O treinador gaúcho também analisou a atuação de Douglas Costa: “Nós temos que saber que ele veio de 6/7 meses sem jogar. Aos poucos ele vai tendo oportunidades para poder desempenhar o que a gente imagina. Pretendo usar ele tanto como ponta, tanto como meia. Mas ele precisa de tempo”.

Outro jogador que virou assunto na coletiva foi sobre o aproveitamento de Jean Pyerre e o que Felipão pretende com o treinador: “Eu quero dar o carinho que ele precisa, as oportunidades que ele precisa. Mostrar para ele como ele pode ser importante para nós. Ele pode confiar em mim. O Jean vai voltar a ser aquele jogador que todos nós queremos”. 

Felipão reiterou ter que conversar com os jogadores e um trabalho em campo com resultados. “Tudo isso nós teremos com o tempo necessário”. E elogiou a partida de seu plantel: “Hoje nós fomos competitivos, vou tentar fazer isso para terça-feira. A partir de amanhã, vou saber o que eu tenho disponível, não vou usar só os cascudos, vou usar os jovens. Fernando Henrique, Bobsin, Chapecó são jovens”.

Luiz Felipe Scolari fez um pedido para a torcida gremista: “O que eu peço para a torcida do Grêmio é que me deem um tempo, deem mais um tempo para os jogadores”.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Grêmio e Inter empatam em 0 a 0 na Arena pelo Brasileirão
Após boa atuação, Aguirre exalta retorno de jogadores experientes: “Contribui muito”
Deixe seu comentário