Falta apenas uma partida para D’Alessandro assumir sozinho o quarto lugar no ranking de atletas com mais jogos pelo Inter


Por: marcellocampos,

Ao participar da maior parte do duelo que deu ao Inter a vitória por 1 a 0 contra o Nacional do Uruguai, pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores da América, o meia D’Alessandro não agregou ao seu currículo apenas mais uma boa atuação. Ele se também garantiu o quarto lugar no ranking de atletas com maior número de partidas com a camisa colorada.

O jogo da noite de quarta-feira no estádio Parque Central, em Montevidéu, foi o de número 453 desde que ele desembarcou em Porto Alegre, vindo do Zaragoza (Espanha), no dia 30 de julho de 2008 – a estreia ocorreria duas semanas depois, em 13 de agosto. Com 38 anos completados em abril, o camisa 10 acumula 92 gols e 13 títulos conquistados com o Inter, incluindo a Libertadores de 2010.

Esse status não é ocupado de forma isolada (ao menos por enquanto), já que o lateral (e hoje técnico) Luis Carlos Winck tem o mesmo número de confrontos, entre 1981 e 1989. Basta apenas mais uma atuação, portanto, para que o camisa 10 colorado assuma sozinho o posto na galeria histórica.

E como D’Ale ainda não manifesta planos de pendurar a chuteira na próxima temporada, são altas as chances de que chegue à terceira posição, ocupada pelo também meia Dorinho, que de 1964 a 1975 esteve em campo 460 vezes pelo Colorado. O vice-líder nesse quesito é o zagueiro Bibiano Pontes (523 jogos entre 1965 e 1975), atrás do ponta-direita Valdomiro (803 partidas de 1968 a 1980 e em 1982).

Ações beneficentes

O reconhecimento de D’Alessandro como um dos maiores ídolos da história do Inter (ao lado de nomes como Falcão, Figueiroa, Taffarel e Fernandão) não foi obtido apenas dentro de campo. Fora das quatro linhas, o capitão tem se notabilizado por liderar ações beneficientes como o “Lance de Craque”, que desde 2014 reúne colegas e ex-atletas em um amistoso com renda revertida para instituições sociais.

E para comemorar os 11 anos de sua chegada ao estádio Beira-Rio (interrompidos apenas em 2016, ao ser emprestado ao River Plate, clube argentino que o formou), ele conclama os torcedores para que neste sábado, antes do duelo com o Ceará (válido pela décima-segunda rodada do Campeonato Brasileiro), doem alimentos e complementos como leite, chocolate em pó, aveia e farinha láctea para a Casa da Criança Palhacinho Triste, de Viamão.

Os itens podem ser entregues no Portão 3 ou na Central de Atendimento Coração Gigante, que fica no segundo andar do edifício-garagem do Beira-Rio. Cada três contribuições darão direito a um cupom para o sorteio de um par de chuteiras do meia argentino (que não deve estar em campo), outro do atacante uruguaio Nico López e um par de luvas do goleiro Marcelo Lomba. Mais informações no site www.blogandresdalessandro.blogspot.com.

(Marcello Campos)

Comentários

>