Empate amargo contra o lanterna e expulsão de Edílson marcam o domingo do Grêmio


Por: Kalleb França, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal

O empate contra o América-MG no independência na noite de hoje (31) tem um gosto amargo para o tricolor. Tudo isso, porque o líder Palmeiras perdeu para o Botafogo, e o Corinthians venceu o Internacional e ficou com a liderança somando 33 pontos, além disso os gremistas ficaram com a 4ª posição no G4 pois o Santos bateu o Cruzeiro jogando em casa.

 

Primeiro Tempo

 

O primeiro tempo de partida foi lento, e o Grêmio em nada pareceu com o que tem se visto na competição. A atuação, foi muito parecida com o jogo contra o Atlético-PR. Sem muita criatividade e deixando os mineiros atacarem com liberdade pelos lados, durante a primeira etapa o placar só não foi aberto devido a uma ótima atuação do goleiro Marcelo Grohe, que foi um dos destaques da partida.

Mesmo com pouco movimentação, a melhor chance do time no primeiro tempo veio com um chute de Bolaños, que recebeu um belo passe de Douglas e finalizou de pé direito, mas bola saiu pelo lado. Na defesa, Marcelo Oliveira sofreu com a atuação de Matheuzinho que, com velocidade e dribles rápidos, não tomou conhecimento do lateral gremista. O empate na primeira etapa não chegou a ser injusto, mas se algum dos times tivessem que sair com a vitória parcial, seria o coelho mineiro.

 

Segundo Tempo

Na etapa complementar, o Grêmio foi melhor. Principalmente após os primeiros vinte minutos. O tricolor adiantou a sua marcação, e aos 15′ saiu Pedro Rocha e entrou Guilherme, que deu um pouco mais de mobilidade e velocidade na transição. Com a modificação, o Grêmio passou a ter maior posse de bola. Em uma enfiada de bola para Bolaños, o atacante equatoriano tocou para tirar do goleiro e a bola bateu na trave e voltou, no rebote Douglas chegou e não conseguiu alcançar e empurrar para o gol.

O lance que pode ter determinando o empate, foi a expulsão do lateral Edílson. No melhor momento do Grêmio na partida, o lateral foi expulso e a partir daí Roger precisou mexer para recompor a sua defesa, para isso, o treinador tirou Douglas e colocou Ramiro. A estratégia nitidamente mudou, e a equipe passou a esperar  para explorar os contra ataques. Não conseguiu, o América por sua vez, tentava chegar com mais ímpeto, mas também não foi efetivo. Com isso, o placar de 0x0 confirmou o que a partida vinha mostrando.

Com o empate, o Grêmio ficou com 31 pontos e foi ultrapassado pelo Santos, além disso viu chegar na sua cola como Flamengo  que com a vitória contra o Coritiba foi aos  30 pontos, e o Atlético-MG que venceu o Santa Cruz na noite de ontem e somou 29 pontos. Na próxima rodada, o tricolor recebe o Santa Cruz em casa no meio de semana e precisa vencer para se manter na briga pelo título brasileiro.

 

FICHA TÉCNICA
AMÉRICA-MG 0 X 0 GRÊMIO

Local: Arena Independência, Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 31/7/2016 – 18h30
Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Público/Renda: Não divulgados.
Cartões amarelos: Jonas e Osman (AME); Maicon e Marcelo Oliveira (GRE)
Cartões vermelhos: Edílson (GRE), 29’/2ºT

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Jonas, Alison, Sueliton e Gilson; Leandro Guerreiro (Claudinei, 25’/2ºT), Juninho, Pablo, Matheusinho (Loboa, 30’/2ºT) e Osman; Michael (Victor Rangel, 41’/2ºT) – Técnico: Enderson Moreira.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Wallace Reis e Marcelo Oliveira; Jaílson, Maicon, Negueba, Douglas (Ramiro, 31’/2ºT) e Pedro Rocha (Guilherme, 13’/2ºT); Miller Bolaños (Henrique Almeida, 28’/2ºT) – Técnico: Roger Machado.

Comentários