Em nota oficial, Roth fala da saída, critica gestão e torce para o Inter evitar a queda


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Depois de ser demitido do Inter na noite de ontem, o técnico Celso Roth não havia tido oportunidade de falar com a imprensa de maneira oficial. Hoje, o ex-treinador colorado divulgou uma nota sobre a sua saída e disse que espera que torce para o Inter evitar a queda. Treinador ainda se desculpou por não ter conseguido fazer um bom trabalho na equipe gaúcha.

Fui convocado pelo Fernando Carvalho para reverter uma situação do time no campeonato, mas, infelizmente, não foi possível sob o meu comando. Sabíamos que a tarefa era difícil, mas acreditava que o time reagiria, como acabou acontecendo em alguns jogos, mas não foi o suficiente. Agradeço a todos pela confiança e entendo perfeitamente a posição tomada pela diretoria. Saio triste, apesar do trabalho árduo, de não ter conseguido mudar essa situação. O Internacional e sua torcida são muito grandes, não merecem passar por isso. Acho que ainda há a possibilidade de reverter este quadro, mas tem que acreditar até o fim. Fui o terceiro técnico da equipe no Brasileiro e sabemos que isso não é o correto. Pode ser que agora o quarto treinador consiga evitar o rebaixamento, não é hora de ficar lamentando e procurando culpados. A torcida é fundamental e precisa continuar apoiando. Estarei de fora também torcendo muito para que o Inter não tenha sua brilhante história manchada com a queda.

Nesta sua última passagem, Roth voltou ao Internacional no início de agosto, juntamente com Fernando Carvalho e o diretor-executivo Newton Drummond. Contudo, em pouco mais de três meses, o treinador não conseguiu tirar o time da ameaça de rebaixamento. Em 16 jogos, o Inter venceu apenas quatro, empatou cinco e saiu derrotado por sete vezes no Brasileirão.

Comentários