Em falha defensiva, Inter cede empate fora de casa


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Em confronto equilibrado, Coxa e Inter jogaram buscando o gol, mas sem muita efetividade. No lado vermelho, Anderson foi o destaque, com um bom primeiro tempo e coroado com o gol. Mesmo assim, o colorado cedeu espaços para o adversário atacar e por pouco não saiu derrotado do Couto Pereira. Com esse ponto somado, o Inter chega aos 20 pontos, dois atrás do líder Palmeiras.

 

Primeiro Tempo

As duas equipes iniciaram o jogo buscando pressionar no campo ofensivo. O Internacional apresentou um esquema em 4-4-2 que tinha em Anderson o principal homem do meio de campo colorado. Ferrareis atuava quase que como um ponta, fazendo o corredor e buscando jogadas com os atacantes.

O jogo começava equilibrado. Com o meio campo bem povoado, o Inter encontrava dificuldades para entrar na defesa alviverde. Com mais posse de bola, o Coxa conseguia chegar mais ao ataque e tinha nas bolas paradas sua principal arma. Ruan era o cobrador oficial e fazia o time andar, distribuindo as jogadas e montando os contra-ataques.

Mesmo assim, o colorado buscava atacar com a dupla Sasha e Vitinho, em jogadas individuais. Até que em um lateral cobrado por Géferson para a área, Ernando desviou de cabeça para Anderson, também de cabeça, encobrir Wilson e colocar os vermelhos em vantagem.

Com a vantagem no placar, o time de Argel recuou e se reservou aos contra-ataques, deixando os adversários dominarem o setor da intermediária de defesa. Apesar da maior posse de bola, o Coxa não conseguia penetrar na defesa colorada. Contudo buscava pressionar no abafa e com cruzamentos buscando o atacante Kléber.

O jogo foi para o intervalo com a vantagem colorada, que em linhas gerais aproveitou melhor as oportunidades que teve diante do gol.

 

Segundo Tempo

A segunda etapa iniciou com o Coritiba pressionando e adiantando a equipe para o campo colorado. Como fez no primeiro tempo, o alviverde abusava dos cruzamentos e facilitava para a defesa adversária. Mas quem teve a primeira chance de gol foi o time do sul com Sasha, em cabeçada para o chão e defendida por Wilson.

Jogando em casa, o Coritiba pressionava e via o Inter esperar por uma bola. Um contra-ataque bem armado resolveria a partida para o time do competente Argel Fucks. Ainda assim o técnico do Coxa, Pachequinho, promovia a entrada de dois atacantes no time. Iago e Leandro vinham pro jogo buscar o empate para o time paranaense.

E com time mais ofensivo, o Coritiba chegou ao gol de empate quando o cronômetro já marcava os 24′. Após cobrança de escanteio Leandro, uma casquinha no meio da área de Luccas Claro encontrou Nery Bareiro livre para mandar para o fundo das redes de Danilo Fernandes. O gol do Coxa vinha de uma falha da zaga colorada, que se concentrou na primeira trave e deixou o zagueiro adversário livre para marcar o gol.

O Inter sentiu o gol. Anderson já demonstrava cansaço e foi substituído por Alex. Aylon também adentrava o campo para substituir Gustavo Ferrareis que tinha cartão amarelo. Apesar das mudanças, o Inter continuava pecando nas trocas de passes. E piorou ainda mais. Sentindo dores na coxa direita, Danilo Fernandes mancava em campo e chegou a fazer uma atadura para se segurar na partida, já que não havia mais substituições. Aylon também sentia dores no ombro esquerdo e jogava no sacrifício.

Embora com jogadores descontados, o Internacional buscava forças para chegar à vitória e seguir com pontuação de líder. Vitinho ainda teve uma oportunidade em um bom chute, porém defendido pelo goleiro do Coxa.

O Internacional podia mais na noite de hoje, mas por erros próprios não conseguiu sair com a vitória do paraná e com isso já vê o Palmeiras se distanciar na tabela. Para se recuperar, o colorado volta à campo no próximo domingo (03) contra o Botafogo, no Estádio Beira-Rio.

 

Dono da bola Coca-Cola: Vitinho

Ficha Técnica

CORITIBA 1 x 1 INTER

Gols: Anderson (33min/1°T) e Nery Bareiro (24min/2°T)

Coritiba: Wilson; Walisson Maia (Iago), Nery Bareiro, Luccas Claro e Carlinhos; Edinho, Juan, Dodô, Ruy (Vinícius), Felipe Amorim (Leandro); Kleber. Técnico: Pachequinho.

Inter: Danilo Fernandes; William, Alan Costa, Ernando e Geferson (Artur); Fernando Bob, Fabinho, Ferrareis (Aylon) e Anderson (Alex); Sasha e Vitinho. Técnico: Argel Fucks.

Cartões amarelos: Bareiro, Luccas Claro (C); Sasha, Ferrareis, Alan Costa, Danilo Fernandes, Vitinho (I). Expulsão: Bareiro (C).

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO), com Cristhian Passos Sorence (GO) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF).

Comentários