Dourado celebra momento positivo e reconhece volta por cima: ”Muito feliz de voltar a jogar”

Após mais de 1 ano longe dos gramados, jogador voltou a atuar como titular em 2020.

Foto: Ricardo Duarte / S.C. Internacional

O 2020 de Rodrigo Dourado foi de mudança e evolução. O jogador teve uma lesão séria no joelho que o tirou de campo por mais de 1 an0, mas foi em 2020 que ele retornou aos gramados, assumiu titularidade e vestiu a braçadeira de capitão colorado. No encerramento do ano para a equipe, Dourado concedeu uma entrevista aos canais oficiais do clube e reconheceu a volta por cima que conseguiu dar em um ano tão atípico.

Foi um ano díficil para o mundo, diante dessa pandemia. Pessoalmente um ano díficil, passei o fim de 2019 e bom tempo de 2020 machucado, com bastante dor, tratava muito, tratava quase 3 vezes por dia e não melhorava. Mas agora estou muito feliz de voltar a jogar, de estar de volta aos treinos, jogos, concentrações. Feliz também pelo momento, voltando a jogar como titular.”

Rodrigo voltou oficialmente na partida contra o Sport, ainda sob comando do técnico Eduardo Coudet, quando o Inter venceu por 5 a 3, no dia 14 de outubro. O jogador ainda ficou um tempo no banco de reservas, até o retorno de Abel Braga, quando assumiu de fato a titularidade.

E foi no último domingo (27), que após 2 anos, conseguiu balançar as redes novamente. Dourado marcou o primeiro gol da vitória colorada de 2 a 1 sobre o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.

”Sempre gosto de fazer gol, não é meu forte, não é o que a gente sempre entra em campo pensando. Mas não só o gol, voltar a jogar, voltar a vestir a camisa do Inter, voltar a fazer o que eu gosto. Fazer gol, ajudar a equipe é um momento bom que estou vivendo, só pensar para frente.”

Mesmo durante o tempo longe dos gramados, Dourado recebeu apoio dos companheiros de equipe e de toda a comissão e direção do clube. Para o jogador, foi um dos pilares para que conseguisse seguir com sua recuperação e pudesse por fim, retornar ao futebol.

”Todos sabem da minha história aqui no Inter, estou aqui desde os 12 anos. Passei por muita coisa, principalmente na base, também no profissional, momentos bons e ruins. Pessoalmente, foi o momento mais díficil essa lesão. As pessoas aqui de dentro viam que o tanto que eu sofria, que era triste minha situação. Fui muito feliz deles terem me abraçado, depois do jogo muita gente me mandou mensagem.

O colorado está de folga até 2 de janeiro, quando retorna os treinamentos com foco total na reta final do Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso é no dia 7 de janeiro, contra o Ceará, às 19h, na Arena Castelão.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Inter

Compartilhe esta notícia:

Inter confirma renovação com Saravia
Ouça a entrevista exclusiva da Rádio Grenal com Abel Braga, técnico do Inter
Deixe seu comentário