”Deveríamos ter mais paciência, coisa que dificilmente se tem no futebol brasileiro”, salienta Falcão


Por: Jonata, jornalista, radialista e repórter na @rdgrenal.

Ex-jogador e ex-treinador do Sport Club Internacional, Falcão conversou hoje com Alex Bagé no Grenal Futebol Clube. Com a mudança de comando na seleção Brasileira após a eliminação na Copa América, Falcão discorreu sobre a precocidade da demissão e o papel da imprensa no futebol brasileiro.

”Deveríamos ter mais paciência, coisa que dificilmente se tem no futebol brasileiro (…) eu acho que o grande papel seria da imprensa esportiva para tentar mudar esse papel. Eu acho que a imprensa nesse momento trem uma grande participação de tentar organizar o futebol. Seria um momento importante, de ajudar,. Então todo mundo perde quando o Brasil é eliminado, os times brasileiros perdem também. Tem que cobrar, mas muitas vezes essa cobrança passa a ser perseguição”, salientou Falcão.

Falcão também comentou sobre o orgulho do brasileiro em cima do futebol. Da maneira que hoje, mesmo com a falta de craques e de títulos, os jogadores carregam consigo uma certa soberba com relação aos adversários.

“No futebol, a arrogância do brasileiro é maior que tudo. A gente acha que tem o melhor futebol do mundo, além disso, nós não valorizamos o adversário. E isso é uma coisa que nós precisamos dar um passo para trás e rever isso (…) Temos que repensar certas coisas, termos um pouco mais de paciência”. declarou.

Confira a entrevista completa:

Comentários