Dentro do cenário brasileiro, Grêmio segue no mercado em busca de reforços

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio segue buscando um reforço no mercado nacional. Com a janela do exterior fechada, o tricolor continua procurando possibilidades de novos nomes dentro do cenário brasileiro. O tricolor já sondou nomes como os do centroavantes Gilberto, do Bahia, e Cléber, do Ceará, e segue negociando para trazer o volante Wellington Martins, do Athlético-PR.

O principal negócio e o único em andamento até então, é para a contratação do volante Wellington Martins, atualmente no Athlético-PR. Aos 29 anos, o jogador tem contrato com o Athlético até o final do ano. As conversas seguem acontecendo, e o furacão se mostra aberto para a realização do negócio. Mas para liberar o jogador, o clube de Curitiba pede compensação e a ideia do Grêmio é ceder algum jogador do seu plantel. Thaciano e até mesmo Guilherme Azevedo, joia da base gremista, são nomes que podem ser envolvidos no acordo.

Ao que tudo indica, o negócio deve ter um desfecho até o final desta semana. Isso porque, se o jogador entrar em campo contra o Vasco, no domingo (6), será a sua sétima partida no Brasileirão pelo Ahlético, o que impede que ele dispute o mesmo campeonato pelo Grêmio nesta temporada. O limite para a transferência de um jogador é de seis partidas. Quem fizer a sétima não pode mudar de time. São contados os jogos em que o atleta entra em campo. Wellington foi titular em todas as primeiras seis rodadas do Brasileirão.

Outro jogador que o tricolor demonstrou interesse, foi ao centroavante Gilberto, do Bahia, de 31 anos. No entanto, o negócio não andou, já que o Grêmio considerou o valor pedido pelo time baiano muito alto: cerca de  4 milhões de euros (R$ 25 milhões). Este seria um valor que o tricolor não estaria disposto a pagar por um jogador de 31 anos, visto que dificultaria o retorno financeiro no futuro.

Quem também chamou a atenção tricolor foi o jovem Cléber. O centroavante do Ceará, de 23 anos, além das boas atuações nesta temporada, poderia ser um bom negócio para o tricolor por ser um atleta jovem, e que poderia dar o retorno um financeiro no futuro. No entanto, a negociação com o vozão também está paralisada, e pelo mesmo motivo que a de Gilberto, do Bahia: o Grêmio considerou o valor pedido pelo Ceará muito alto. O tricolor ofereceu R$ 15 milhões pelo jogador, e o clube cearense pediu o dobro: 5 milhões de euros (R$ 30 milhões). Mas desde essa quarta-feira o nome de Cléber já não é mais considerado uma possibildade, visto que o jovem atuou pela sétima vez com a camisa do Ceará neste campeonato.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Buscando subir na tabela, Grêmio enfrenta o Sport nesta quinta-feira
Gurias Gremistas realizam último treino antes de enfrentar a Ferroviária
Deixe seu comentário