De virada, o Grêmio venceu o Palmeiras por 2 a 1 e está nas semifinais da Libertadores

O Grêmio foi a São Paulo com a missão de vencer o Palmeiras para seguir vivo na Libertadores da América. Pois na noite desta terça-feira (27), no estádio do Pacaembú, o Tricolor fez a sua parte e superou o poderoso dono da casa por 2 a 1, de virada. O resultado assegurou o time gaúcho nas semifinais da competição sul-americana.

Os gols da partida foram marcados por Luiz Adriano, para os donos da casa, e Everton e Alisson para o Grêmio.

O Grêmio iniciou a partida tentando trocar passes, mas errava muito. A primeira chegada a gol foi do Palmeiras. Aos três minutos, Luiz Adriano foi para cima da defesa, passou por Kannemann e bateu cruzado. Paulo Victor espalmou para longe.

A partida era intensa e, mesmo marcando muito, o Palmeiras não ficou em sua defesa e tentava abrir o placar. Aos 13, Luiz Adriano marcou para os donos da casa e complicou a vida do Grêmio, que havia perdido a partida de ida por 1 a 0 em casa. Após cruzamento de Dudu, Gustavo Gómez cabeceou, Paulo Victor afastou errado e Luiz Adriano pegou o rebote e fez o gol.

O Tricolor precisou de 4 minutos para mudar a história do jogo. Aos 17, Everton empatou. Na jogada, Jean Pyerre cruzou a bola perto da trave e o Cebolinha apareceu sozinho para chutar por cima de Weverton. A virada veio aos 21. Everton fez uma grande jogada, arrancou na intermediária e chutou em cima do goleiro adversário. No rebote, Alisson apareceu sozinho para marcar, em um gol vazio.

A partir dos gols o jogo deu uma acalmada. O Grêmio passou a marcar mais. Aos 29, Maicon se lesionou e Renato optou por colocar Rômulo. O Palmeiras, que precisava do gol, estava pressionando, principalmente com cruzamentos. Aos 41, após cobrança de falta de Scarpa, Willian bateu de primeira e a bola explodiu na trave.

Felipão iniciou a segunda etapa fazendo trocas: tirou Willian para colocar Deyverson. Os primeiros movimentos da etapa final mostravam como seria o cenário do jogo. Palmeiras pressionando e o Grêmio sendo perigoso nos contra-ataques. Porém, o Palmeiras tinha dificuldades de chegar ao ataque e não conseguia propor o jogo.

Renato também trocou. Aos 18, André saiu para a entrada de Pepê. Se o Palmeiras não conseguia, o Grêmio, aos 28, quase fez o terceiro. Jean Pyerre chutou uma bomba de fora da área, e Weverton espalmou para fora.

Aos 36, Renato ainda colocou Tardelli no lugar de Alisson. Na segunda etapa, era esperado muita pressão do Palmeiras. Porém, o ponteiro marcava 40 minutos e o Palmeiras não havia dado sequer um chute perigoso no gol.

Se o time paulista não chegava com perigo, o Grêmio sim. Aos 44, Pepê recebeu a bola na grande área e chutou forte de esquerda. A bola passou muito perto do gol de Weverton.

O triunfo desta terça marca a terceira vez consecutiva que, sob o comando de Portaluppi, o Tricolor chega na fase semifinal na Libertadores.

As semifinais da Copa Libertadores estão previstas para os dias 2 e 23 de outubro. O adversário gremista será conhecido no jogo entre Inter e Flamengo, nesta quarta-feira (28), no Beira-Rio, em Porto Alegre. O Rubro-Negro venceu o jogo de ida por 2 a 0, no Maracanã.

Ficha técnica

Palmeiras: Weverton, Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez, Diogo Barbosa, T. Santos, Bruno Henrique (Raphael Veiga), Gustavo Scarpa (Zé Rafael), Willian (Deyverson), Dudu e Luiz Adriano. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Grêmio: Paulo Victor, Geromel, Kannemann, Cortez, Leonardo, Matheus Henrique, Maicon (Rômulo), Jean Pyerre, Alisson (Diego Tardelli), Everton, André Felipe (Pepê).Técnico: Renato Portaluppi.

Arbitragem: Nestor Pitana (ARG), auxiliado por: Hernan Maidana (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG).

VAR (árbitro de vídeo): Daniel Fedorczuk (URU).

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

De virada, Grêmio supera Palmeiras no Pacaembu e avança para semifinais da Libertadores
Eu acho que pirei: Grêmio usa música de Sandy e Junior para zoação com Palmeiras
Deixe seu comentário