De Tonhão a Rodrigues: como o jovem zagueiro chegou ao gol da vitória gremista contra a Universidad Católica

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O autor do segundo gol da vitória tricolor contra a Universidad Católica foi buscando seu espaço na equipe tricolor como Tonhão e aos poucos foi se tornando o Rodrigues. Apesar de ter mudado o nome assim que chegou ao Grêmio, o Rodrigues foi ficando conhecido pela torcida gremista. Foram somente oito partidas no ano, cinco como titular. Mas a principal chance chegou no último Grenal, o segundo da Libertadores, quando o jovem formou a dupla de zaga com Kannemann, na recente vitória pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores.

Na noite desta quarta-feira (29), sem a dupla de zaga titular (Kannemann e Geromel), que testou positivo para a covid-19, o jovem zagueiro de 22 anos recebeu mais uma oportunidade e não decepcionou Renato Portaluppi. Além do gol da vitória, o  jogador se destacou pela sua flexibilidade entre o ataque e a defesa. Na sua posição original, foi responsável por quatro dos cinco cortes realizados pelo Grêmio, além de quatro das 11 interceptações de toda a equipe. Além disso, surpreendeu ao aparecer por diversas vezes no ataque, tanto, que balançou as redes.

Rodrigues chegou ao Grêmio em 2018, quando o tricolor fechou empréstimo com o ABC e depois adquiriu percentual do jogador. Apesar de ter iniciado sua carreira no ataque, o jovem se encontrou na defesa e é onde atua desde os 16 anos. No Grêmio, trabalhou movimentação e velocidade, além de conquistar uma melhora física. Não à toa foi ganhando a confiança do técnico Renato Portaluppi e demais colegas de equipe. Após a partida contra a Católica, foi elogiado pela sua dupla de zaga: “O que ele apresentou diante da Católica e do Inter é fruto do trabalho dele. Tem humildade e procura sempre escutar os mais experientes da equipe”, disse David Braz.

No início do ano, o jovem chegou a despertar interesse do futebol europeu, e o tricolor recebeu contato do Porto, de Portugal, interessado em negociar a compra dos direitos do zagueiro. O dos portugueses era deixar o jogador na equipe B prepará-lo para possível promoção no futuro. No entanto, o Grêmio não aceitou a proposta e manteve o garoto na equipe principal.

Como Kannemann e Geromel seguirão reclusos por conta da covid-19, o jovem poderá ter mais uma chance no próximo sábado (3), no Grenal 428, válido pela 13ª rodada do Brasileirão de 2020.

* Por supervisão de: Marjana Vargas

Voltar Todas de Grêmio

Compartilhe esta notícia:

Renato explica mudança tática que garantiu a vitória contra a Universidad Católica
”Todos zagueiros são muitos bons, fico muito feliz de ter essa oportunidade”, destaca zagueiro gremista
Deixe seu comentário